Treinador do Santos está cavando sua própria cova!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Santos esteve muito próximo de conquistar uma importante vitória, não fosse por um vacilo em seu sistema defensivo que nos minutos finais da partida, lhe castigou com um frustrante empate.

Neste domingo, (22) jogando na Vila Belmiro pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos recebeu a equipe do Internacional de Porto Alegre, que sem a mínima cerimônia, saiu na frente no Placar com um gol do argentino Marcelo Mercado!
O Alvinegro Praiano não se deixou abater por sair inferiorizado no placar, e com gols de Pirani e Madson, foi buscar uma virada sobre o time Colorado.
Porém nos minutos finais da partida, o Colorado gaúcho chegou ao empate com o centroavante Yuri Alberto, que assinalou seu gol aos 42 minutos do segundo tempo, um castigo perante uma vitória praticamente garantida, além de três pontos importantíssimos!

Bastante irritado pelo revez no destino do placar, ao final do jogo na saída do gramado, o técnico Fernando Diniz mais uma vez demonstrou ser um péssimo comandante, jogando para cima de um comandado seu, a responsabilidade pelo empate sofrido!
Assim como costumeiramente faz à beira do gramado, com seus berros, xingamentos, e palavrões desferidos contra seus jogadores, os profissionais de imprensa que estavam trabalhando na transmissão da partida, testemunharam mais um ataque de chilique do treinador Santista, desta vez contar o atacante Lucas Braga, que na ótica do treinador, teria cometido um erro que resultou no segundo gol do Internacional.
Caminhando no gramado em paralelo ao treinador, o atacante permaneceu o tempo todo de cabeça baixa, visivelmente constrangido e sem responder ou retrucar o treinador, apenas ouviu as broncas.

Mais uma vez o senhor Fernando Diniz, demonstra todo o seu “Destempero Emocional”, algo que se constata a cada jogo, assim também como é fácil ver que os jogadores do Santos, estão ficando de saco cheio de tanto xingamento do treinador!
Quem acompanha o destempero do treinador Santista à beira do gramado, não imagina que tal atitude possa vir de um profissional, que foi estudar e se formou em psicologia, pela Universidade São Marcos em São Paulo, justamente para que pudesse entender melhor o comportamento de seus jogadores.

PITACOS DO BERTOLDI 

O Técnico Fernando Diniz, precisa entender que não só o time, assim como o elenco do Santos, é em sua grande maioria formado por garotos que foram guindados da base, muitos deles ainda nem formados totalmente estão!
Por necessidades principalmente financeiras, etapas foram queimadas, onde garotos foram precocemente tirados de uma evolução normal, e estão tendo que acelerar na força, um amadurecimento que ainda deveria levar alguns anos de base!
Temos garotos no time principal do Santos, que deveriam pelo certo, disputar ainda no mínimo, umas 2 ou 3 Copinhas São Paulo de Juniores!
Não se pode tratar jogadores tão novos assim com os do Santos, a base de broncas e xingamentos o tempo todo!
É preciso ter calma e paciência com esses garotos, e principalmente, trocar “Xingamentos”, por “Orientações”
Ninguém vai jogar mais, por ser xingados e levar broncas o jogo inteiro!

Pelo amor de Deus! Isso não é mi mi mi ou frescura não!
É nítido o nervosismo e a intranquilidade que essas demonstrações de desequilíbrio e destempero do treinador Santista, passam para o time!
Será que o comandante Santista, não vê que esses garotos jogam com medo?
Não vê que a bola está queimando nos pés desses garotos!
Eles pegam a bola e tentam o mais rapidamente possível, tocar para o companheiro mais próximo, para se livrarem logo da bola!
Alguém por acaso acha normal, a maneira como o garoto Marcos Leonardo deixou o campo em duas oportunidades, primeiro contra o Libertad no Paraguai, e mais recentemente agora contra o internacional, querendo partir pra briga com todo mundo?
Esse Rapaz está visivelmente desequilibrado emocionalmente!
O lateral Madson, todo jogo bate boca com o Diniz ali na lateral! O Time inteiro joga pilhado, nervoso!

Me desculpem mas o que o Diniz fez com o Lucas Braga no final do jogo contra o internacional, na frente de todo mundo, não, se faz!
Treinador tem que acima de tudo, preservar seus jogadores! Quer dar bronca, xingar, sair na porrada, que faça no vestiário, não na frente de todo mundo!
O Modo como esse senhor trata os jogadores, não leva a lugar nenhum, a não ser perder o vestiário como perdeu no São Paulo, após ter feito o que fez com o Tchê Tchê.

Eu já escrevi em uma coluna passada, e volto a fazê-lo: Sabemos que a relação do treinador e o elenco, não é das melhores, episódios como esse com o Lucas Braga, só fazem desgastar ainda mais essa relação, tendo como resultado inevitável, a perda do vestiário! (No futebol, diz-se isso quando treinador e elenco já não falam a mesma língua).
O tratamento ríspido que Fernando Diniz dispensa a seus jogadores à beira do campo, não é novidade nenhuma para quem já o viu proceder da mesma maneira, em outras agremiações por onde passou. Talvez essa questão ficasse em segundo plano, se no campo o desempenho da equipe fosse outro!  

Fernando Diniz estreou no Comando do Santos no dia 11 de Maio de 2021, na Rodada da Copa Libertadores de 2021, contra o Boca Juniors na Vila Belmiro. De lá para cá a campanha do time nunca foi animadora, assim como o futebol apresentado, jamais encheu os olhos do torcedor! 

Insistir na manutenção de um treinador que não deveria nem ter vindo, é um risco que o Santos não deveria correr! É hora de alguém dentro do Santos, chamar para si, a responsabilidade de promover já, a troca do comando técnico!
Infelizmente Fernando Diniz é um treinador que pelos clubes que passa como treinador, acaba por si só, cavando sua própria Cova!

O Santos volta a campo na quarta-feira (25), quando às 19h00, encara pela Copa do Brasil o Athletico Paranaense na  Arena da Baixada, pelo jogo de ida das quartas de final.
Pelo Brasileirão, o próximo compromisso será com o Flamengo, sábado (28), na Vila Belmiro.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.