Dormindo com o inimigo

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Santos foi oficialmente notificado pela FIFA, que sofreu mais uma punição que pela segunda vez, o proíbe (Santos), de registrar novos jogadores.

A primeira punição decorreu de uma dívida com o Hamburgo da Alemanha, por conta da contratação do Zagueiro Cléber Reis, débito existente desde 2017 e herdado da gestão Modesto Roma, que pelo fato da gestão José Carlos Peres não ter feito o acerto com os Alemães, viu o valor da dívidas ser acrescido de pesadas multas e juros, chegando aos dias de hoje a casa dos R$ 30 milhões.

Desta vez, a punição, a segunda imposta pela entidade máxima do futebol mundial, se deu por conta de outra divida do Santos, essa já na gestão do Presidente Peres, adquirida com a contratação do Venezuelano Yeferson Soteldo junto ao Huachipato, do Chile.

 Pela dívida que ainda permanece, a FIFA mais uma vez impede o Santos de trazer jogadores nas próximas três janelas de transferências que sendo abertas sempre de seis em seis meses, deixaria o clube Brasileiro impedido de realizar novos registros de jogadores até o final de 2021

No total o montante da divida é de aproximadamente R$ 60 milhões, visto que em decorrência de um forte assédio feito pelo Atlético-MG que no início do ano, tentou tirar o jogador do Santos, o presidente Santista se comprometeu em adquiriu os outros 50% dos direitos econômicos do jogador, e também não pagou.

Como a dívida com o Hamburgo da Alemanha por conta do Zagueiro Cléber Reis, é outra que vem se arrastando há anos, e ainda não há nenhuma novidade em relação as negociações para quitar esse débito que hoje está na casa dos R$ 30 milhões, fazendo uma conta simples é fácil chegarmos a conclusão de que juntando o que o Santos deve ao Hamburgo, R$ 30 milhões, mais o que deve ao Huachipato, R$ 60 milhões, serão precisos R$ 90 milhões para livrar o clube das punições e bloqueios da FIFA.

Se você torcedor do Santos está preocupado com essa dívida de R$ 90 milhões, não pense que suas preocupações terminam por aí não!
O Santos muito provavelmente deverá ser punido por conta de mais um calote dado por seu digníssimo presidente, desta vez no Atlético Nacional da Colômbia, referente a contratação do Zagueiro Aguilar, jogador que não foi pago mas que vendido que foi, nem pertence mais ao Santos!

Quer mais? O Santos ainda deve (R$10 Milhões) ao jogador Sasha, e (R$ 44 Milhões) pelo jogador Cueva, comprado do Krasnodar da Rússia por 7 milhões de dólares, outro pepino cujo caso encontra-se também na FIFA.
Se for punido mais uma vez, desta vez por conta do calote dado no Atlético Nacional da Colômbia, a punição passará da proibição de se inscrever novos jogadores, para a perda de pontos no Campeonato Brasileiro.

Se não acertar as pendencias com os clubes para quem deve, o Santos pode ser penalizado com a perda de 6 pontos por cada clube para quem deve.
Como são três, o total somaria 18 pontos.
Ou seja: Levando em consideração que o Santos tem 15 pontos conquistados em 10 rodadas, se a retirada dos pontos fosse feita hoje, o clube entraria na 11ª rodada com menos três pontos!

Restaria ao clube a façanha de ter que se recuperar no campeonato, começando do zero na 12ª rodada, isso se vencesse o Botafogo carioca no Domingo! Caso contrário entraria com menos três pontos.
Para se ter uma ideia da dificuldade que seria fugir de um eminente rebaixamento, o Bahia que é o primeiro clube fora da zona de rebaixamento, tem nove pontos! O RedBull que é o lanterna da competição, tem sete pontos!

Pensam os amigos que com essa situação gravíssima, o Presidente do clube está preocupado, ou aprendeu a lição? Apesar de tudo isso, o irresponsável do presidente do Santos, continua aumentando cada vez mais as dívidas do Clube!
Novos Jogadores estão chegando, e mesmo sem poder registra-los por conta da punição da FIFA, já oneram a folha de pagamentos em mais R$ 550 Mil

Na ordem: Copete que retornou de empréstimo e ganha R$ 300 mil por mês, além dos novos atletas que já treinam, Elias e Laércio, que estão apalavrados com o Santos, cujos salários somados, giram em torno de R$ 250 mil.

 E tem mais gente, (Empresários e jogadores), sendo enganados pelo presidente que compra todo mundo e não paga ninguém.
Renato Kayzer, atacante do cruzeiro e que emprestado ao Atlético-GO, vem sendo o principal destaque da equipe, é outro cujo as negociações estão a todo vapor! Sabe-se que a pedida pelo jogador e de R$ 5 milhões! Mas o que são cinco milhões para quem compra e depois não paga?

O problema é que a punição da FIFA, torna o clube proibido de registrar atletas, mas não é proibido de contratar novos jogadores mesmo estando endividado

Muitos irão ficar chateados com o que irei escrever agora, porém se deixarem a paixão Clubística de lado, e analisarem a questão friamente, ao final com certeza acabarão por me dar razão!
A grande realidade do Santos Futebol clube de hoje, é a de que somos grandes apenas na história do nosso passado!

O Santos de hoje, é um clube em estrutura, ultrapassado até por equipes pequenas do interior, um clube que não tem uma grande torcida, se tivermos em todo o território nacional, 6 milhões de torcedores é muito!
Não temos arrecadações, a torcida que comparece aos jogos é ridícula (Em termos de número), e com receitas menores do que muito clube pequeno, insistimos em querer gastar como clubes ricos, algo que não somos!
O Santos é o típico pobre que não tem aonde cair morto, e insiste em querer levar vida de milionário!
Para piorar temos um presidente irresponsável, falastrão, um enrolão metido a espertalhão que pensa que todo mundo é trouxa, e só ele é esperto.

O Próximo Presidente que assumir o Santos, precisa ter em mente que somos um clube riquíssimo em história, mas financeiramente somos um clube pobre!
E é por não quererem aceitar essa verdade, que estamos nessa situação de clube pré falido e com uma dívida monstruosa que cresce há cada dia que passa!
Não podemos mais gastar
15, 16 milhões só com a folha do futebol, se a arrecadação inteira do clube, não chega a 10 milhões!
Não dá mais para fazer loucuras! O Santos não é um clube que tenha condições financeiras para pagar R$
1.000.000,00 para uma Comissão Técnica, nem para pagar salários de R$ 500.000,00, R$ 600.000,00 para jogadores que além de caros, não passam de “Medianos”

Não temos receitas sequer para cobrir metade desses gastos!
É preciso um choque de realidade!
Não adianta termos história de “Santos Futebol Clube”, se nossa realidade financeira é de uma portuguesa de Desportos!
Aliás se não abrirmos logo os olhos e nada for feito para brecar o mais rápido possível esse bonde desenfreado, caminhamos a passos largos para virarmos mesmo uma portuguesa da vida!

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.