Presidente da CBF anuncia oficialmente o retorno do futebol no Brasil

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

A CBF assumiu a responsabilidade de reabrir hotéis, colocar aviões no céu e fazer o futebol voltar”.

Foram essas as palavras, com as quais o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Rogério Caboclo, confirmou as datas de retorno dos principais torneios de futebol, comandados pela entidade máxima do futebol brasileiro!

Rogério Caboclo Presidente da CBF

De acordo com o que foi anunciado, todo o cronograma que terá que ser seguido sem mais interrupções, tem como logística e objetivo final, colocar o calendário do futebol Brasileiro, em ordem até 2022, ano da próxima Copa do Mundo!
O que esse “Senhor” parece esquecer, são apenas alguns fatos os quais em momento algum, foram sequer lembrados:

  1. As eliminatórias da Copa do Mundo, que já deveriam ter começado e estão pra lá de atrasadas, devem desfalcar os clubes ainda com mais frequência do que normalmente acontece, lembrando que as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 começariam na segunda semana de março, quando a pandemia do novo coronavírus ganhou força em boa parte do mundo! De acordo com o anúncio feito pelo presidente da (FIFA), Gianni Infantino, a previsão agora, é que as eliminatórias comecem apenas em Setembro.
  2. Copa Libertadores da América? Outra competição interrompida e que pelo que sabemos, continua com sua volta indefinida. A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), pretende finalizar suas competições ainda em 2020. Para isso, é preciso que o futebol tenha sido retomado em todos os 10 países que formam a confederação e que as fronteiras estejam reabertas.
  3. Porém: Esbarra na possibilidade de não poder garantir que isso possa realmente acontecer, pois em contato com governantes de diversos países do continente sul-americano, a entidade comprovou que o acesso pelas fronteiras poderá não estar normalizado ainda em 2020. Como jogar uma competição se um clube não pode entrar no país vizinho?
  4. Embora a maioria dos jogadores de futebol tenham ficado “Afastados” durante três meses, esse afastamento se deu por conta de uma epidemia, não foram férias!
    Então fica a pergunta: Se ao recomeçarem os campeonatos, no mínimo o brasileirão irá atravessar o ano e terminar somente no início de Março de 2021 quando só então, se iniciará o ano em termos de calendário futebolístico, com os campeonatos estaduais e daí por diante, como ficará a questão das férias dos jogadores? Não terão férias?
  5. Pré temporada então também não haverá, pois 2021 será uma continuação de 2020, que terminará somente em início de Março!
  6. Qual o posicionamento dos jogadores e do próprio Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional, a esse respeito?
  7. Quando juntarem os clubes que estarão disputando duas, até três competições simultaneamente, como o CBF pensa em montar uma logística para que isso possa acontecer?
  8. Como o presidente da CBF, pode garantir a logística necessária para se fazer um campeonato em um país com as dimensões do Brasil, em plena pandemia em que no momento atual, vários estados estão voltando a fechar tudo de novo, após abrirem tudo e por conta dessa abertura, assistiram o número de infectados, e pessoas voltando a necessitar de vagas em hospitais voltar a crescer novamente?
    Ainda bem que a Copa América que estaria sendo disputada este ano, foi adiada e agora será disputada de 11 de junho a 11 de julho de 2021, senão teríamos mais datas encavaladas!
    Eu sincera e honestamente, não vejo condições para que todos os torneios possam voltar ainda em 2020. Acho mais sensato e estruturalmente bem mais tranquilo de organizar, realizar um único torneio, para não dizer que o ano foi totalmente perdido!

Por que não, realizar o Brasileiro deste ano, da seguinte maneira:

  • Turno único com 19 rodas (10 em casa e 09 fora), e os quatro primeiros colocados fazem uma semifinal e uma final, com os dois primeiros classificados na fase inicial, (19) rodadas), tendo a vantagem de decidir semifinal e final, jogando em sua casa.
  • Se os classificados forem os clubes que terminaram a fase de classificação em terceiro e quarto lugares, a vantagem permanece com quem se classificou melhor, ou seja: O terceiro colocado joga a final contra o quarto colocado, em sua casa!

De qualquer maneira, vamos acompanhar como será o calendário previsto para a volta do futebol brasileiro em 2020, caso não haja mais nenhum contratempo.

  • O Campeonato Brasileiro da Série A terá seu início em 9 de agosto.
  • A Série B vai ser iniciada um dia antes, em 8 de agosto.
  • Já a Série C, essa recomeçará na mesma data da B.
  • A Copa do Brasil volta em 26 de agosto.
  • A Série A1 do Feminino, também retorna em 26 de agosto.
  • Por fim o Brasileiro Sub-20, se inicia dia 23 de setembro.

Apesar das decisões, alguns campeonatos seguem com indefinição.
A Série D e o Brasileiro A-2 Feminino ainda não têm datas para jogos.

“Posso afirmar, a partir da confirmação dos clubes, que sim (começa em 9 de agosto). Se estão dispostos a jogar onde o futebol estiver autorizado, quero crer que nessa data teremos cidades suficientes para acomodar os jogos, considerando que não teremos torcida presente”.
A preocupação em iniciar os campeonatos na segunda semana de agosto, existe em função do calendário dos próximos anos.
O presidente da CBF afirmou que pretende encerrar o Campeonato Brasileiro de 2021 em dezembro do próximo ano.
“Trabalhamos não apenas com o calendário de 2020 que já está bem traçado e irá invadir janeiro, fevereiro, podendo chegar a meados do mês de março.
Nosso objetivo é estarmos com tudo equalizado e com os campeonatos completamente normalizados até a Copa do Mundo de 2022, marcada para começar em novembro, o que obriga o nosso calendário a terminar pelo menos um mês antes, em outubro de 2022.
Temos que encerrar 2020 na segunda quinzena de fevereiro, iniciar os estaduais na última semana do mesmo mês, e o Brasileiro no final de maio de 2021.
Devemos terminar a temporada de 2021 como o usual, na primeira semana de dezembro, retomando o calendário tradicional, com férias, pré-temporada. Em 2022, a temporada terá conclusão precipitada.
Vai ser um exercício bem difícil”, concluiu.

(Foto: Divulgação/CBF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.