Com meninos da base Santos vence o Atlético-MG

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Jogar em casa, é algo que devido a pandemia do Coronavírus e a proibição de torcidas nos estádios de futebol, tem tirado das equipes um aliado importante.
Sem torcida a favor da equipe da casa, e consequentemente contra os visitantes, é uma pressão que fazia diferença e deixou de existir.
Some a falta desse apoio importante, ao fato de jogar contra um forte adversário e sério postulante ao título da competição, desfalcado de nada mais nada menos do que 11 jogadores, muitos deles titulares, e podemos dizer que a vitória frente ao Galo Mineiro valeu muito mais do que os tradicionais três pontos, dados a equipe vencedora.

No confronto que marcou o primeiro reencontro entre o Santos Futebol Clube e seu ex-treinador Jorge Sampaoli, parceria desfeita ao final de 2019 e que encontra-se em litígio judicial, o técnico Alex Stival (Cuca), levou a melhor conduzindo seus comandados a uma importante vitória pelo placar de 3 a 1, triunfo conquistado na noite da última quarta-feira, na Vila Belmiro.
Os gols da equipe foram marcados pelos atacantes Arthur Gomes e Marinho (2).

Para o torcedor Santista ter a exata dimensão da importância do resultado, é preciso ressaltar a dificuldade que o técnico Cuca teve para escalar o 11 Santista, tal o número de desfalques!
Lucas Veríssimo, Luan Peres e Alison (Cumprindo suspensão); Raniel e Kaio Jorge, afastados com (covid-19); Vladimir, Luiz Felipe, Anderson Ceará, Renyer e Jean Mota (departamento médico), além do lateral Pará que com desgaste muscular, não reuniu condições de jogo.

Com o resultado, a segunda vitória consecutiva, o Santos subiu para a sétima colocação no Campeonato Brasileiro, somando 14 pontos.
Mais uma vez, Marinho (Artilheiro da Santos e do Campeonato), e João Paulo com defesas difíceis e importantes no gol do peixe, foram os principais destaques e protagonistas da vitória Alvinegra!

 

Abraçados Marinho e João Paulo deixam o gramado na maior resenha

E para quem assim como o “Blog Sergio Bertoldi”, acredita que mesmo com o estrago feito por essa atual gestão do clube, a “Base Santista” ainda salva, com seus raios que os “Deuses do Futebol” insistem em atirar aqui, nada melhor do que ver o Alvinegro Praiano terminar a partida com cinco atletas formados na base: João Paulo, Derick, Wagner Leonardo, Ivonei e Arthur Gomes.

No gramado da Vila mais famosa do mundo a Base que salva está de volta

O Peixe agora volta a campo para o clássico diante do São Paulo, no sábado, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 ATLÉTICO-MG

Data: 9 de setembro de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: SANTOS: Felipe Jonatan. ATLÉTICO-MG: Allan e Keno
Cartões amarelos: ATLÉTICO-MG: Allan e Keno
Cartão vermelho: ATLÉTICO-MG: Rafael
GOLS: Santos: Arthur Gomes e Marinho, aos 21 e 38 minutos do 1T; Marinho, aos 52 minutos do 2T;
GOLS: Atlético-MG: Franco, aos 34 minutos do 1T.

ATLÉTICO-MG: Rafael, Mariano, Igor Rabello, Júnior Alonso e Arana; Jair (Marquinhos), Allan (Hyoran), Franco e Eduardo Sasha; Savarino (Keno) e Marrony (Victor) Técnico: Jorge Sampaoli

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)
(Crédito: Imagem: Santos TV/Santos FC)

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.