“Se errar é humano persistir no erro é Burrice”

              Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Quando um time de futebol realiza uma partida horrível, daquelas em que nada dá certo, costuma-se dizer: “Esse foi um jogo para esquecer”. ERRADO!

Jogando no Estádio Arena Castelão, em Fortaleza (CE), o Fortaleza dirigido pelo técnico Rogério Ceni, bateu o visitante Santos pelo placar de 2 x 1
A noite dessa quinta-feira (28), ao contrário do que reza a lenda, não é para se esquecer não!
Na verdade o certo é que seja lembrada para que se aprenda definitivamente, com os erros que lamentavelmente já tiraram importantes pontos que não tenho dúvida nenhuma em afirmar, definiram o Campeonato a favor do Flamengo!

Para se ter uma ideia, só para o Fortaleza o Santos perdeu cinco, dos seis pontos disputados! Sem contar a quebra de um tabu, com o Fortaleza vencendo o Santos pela primeira vez na história dos confrontos entre as duas equipes!
O Técnico Rogério Ceni, esse então virou o carrasco do Santos no Brasileirão 2019.
Venceu o badalado Jorge Sampaoli, duas vezes e dirigindo dois clubes diferentes!
Primeiro com o Cruzeiro de Minas, e agora com o Fortaleza (CE).

O Santos pelo volume de jogo e pela vontade dos jogadores em campo, (É bom que se frise que não faltou empenho), merecia ao menos um empate!
Os Problemas que decretaram a derrota do Peixe, foram os erros cometidos tanto pelo treinador Santista, quanto pelos jogadores!
Começando pelo treinador, que após sete rodadas invictas escalando o time do Santos sem nenhuma das costumeiras “Invencionices”, armando o time com “Laterais” nas laterais, “Zagueiros” na Zaga, “Atacantes” no ataque, e assim por diante, fazendo o simples e bem temperado “Arroz com Feijão”, ontem a noite em Fortaleza, teve uma recaída e voltou a incorporar o “Professor Pardal”.

Sampaoli voltou a escalar o time com três Zagueiros, sem sentido nenhum porque na realidade, joga mesmo é com dois, pois entra com um deles improvisado na lateral esquerda, prejudicando o time e sacrificando, para não dizer queimando mesmo, um Zagueiro que não tem velocidade nem cacoete algum de lateral.
Promoveu tardiamente, alterações para tentar consertar as péssimas escolhas que fez ao montar o time, e aí foi que se embananou de vez, fazendo duas trocas para arrumar um erro na mesma posição!

Primeiro tirou Luan Peres, promovendo a entrada do jogador Evandro, que corre pra lá e pra cá com o balde d’água na mão e não sabe onde é o incêndio, puxou Diego Pituca do meio campo para a lateral esquerda, outra improvisação!
Poucos minutos depois, sacou Pituca do time, para promover a entrada do lateral esquerdo Felipe Jonatan, que na verdade deveria ter começado o jogo!
Juntem as trapalhadas do treinador, com a falta de pontaria dos jogadores, que me causam sérias dúvidas se treinam finalizações, tamanho é o número de gols que perdem, e a receita para a derrota está completa!
Ou quase completa, pois eu “Quase”, ia esquecendo de mencionar a pilha dos jogadores do Santos, algo que mencionarei mais adiante.    

O Santos teve uma oportunidade de ouro para sair na frente no placar, quando logo no primeiro minuto de jogo, o goleiro Felipe Alves se atrapalhou todo ao receber uma bola recuada, e deu a bola de presente para Sasha, que na tentativa de driblar o goleiro e fazer o gol, acabou desarmado e no rebote, Sánchez, com o gol aberto, mandou por cima do travessão.
O mesmo Sánchez que aos 39 minutos do segundo tempo, perdeu a grande chance do empate em cobrança de pênalti batendo na trave e ainda errando o rebote também!

Pato Sánchez cobrando a penalidade que poderia ter dado o empate ao Santos

Na derrota de ontem para o fortaleza no Castelão, o que mais chamou a atenção, foi o nervosismo e a maneira como tanto o treinados como os jogadores Santistas, já entraram pilhados no jogo!
Prova disso é que o técnico Jorge Sampaoli, o zagueiro Luan Peres, o lateral-direito Pará, o meia Jean Mota e o atacante Soteldo, foram todos advertidos com cartões, alguns inclusive “Vermelhos”, e desfalcarão o Santos na próxima partida contra a Chapecoense, domingo, na Vila Belmiro, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sampaoli sempre nervoso
Sampaoli sempre pilhado

Sampaoli, mais uma vez, por reclamação. Luan e Jean por faltas fortes na defesa. Soteldo e Pará levaram duas advertências e foram expulsos.
Quando o árbitro apitou o final da partida, jogadores e membros da comissão técnica do Santos partiram para o gramado para reclamar com a arbitragem, principalmente com referencia aos acréscimos de apenas oito minutos – (Felipe Alves, goleiro do Fortaleza), recebeu longo atendimento após os 45 minutos. Na confusão, Pará foi expulso por reclamar ostensivamente contra a arbitragem que na súmula da partida registrou as expulsões da seguinte maneira:  

Confusão e muita reclamação que rendeu mais uma expulsão

Marcos Rogerio Ricci Lopes – Santos/SP 2º Cartão Amarelo Motivo: V2.8. Outro motivo (detalhar no campo expulsões) – Após o término da partida, o atleta nº 31, sr. marcos rogério ricci lopes, se dirigiu até a equipe de arbitragem que se encontrava no meio de campo e de forma grosseira e desrespeitosa, pronunciou as seguintes palavras para mim (árbitro central): “você é horrível, não apita caralho nenhum, merda..” após a expulsão o mesmo se retirou do campo de jogo sem maiores problemas.
Yeferson Julio Soteldo Martinez – Santos/SP 2º Cartão Amarelo Motivo: V2.8. Outro motivo (detalhar no campo expulsões) – Expulsei do campo de jogo o atleta nº10, da equipe do santos, sr. yeferson julio soteldo martinez, em decorrência do 2º cartão amarelo, após o mesmo, com a bola fora de jogo, chutar a mesma que estava sem condições de jogo por estar murcha, em direção à arquibancada onde se encontrava a torcida do fortaleza. após a aplicação do 2º cartão amarelo e consequente cartão vermelho, o mesmo saiu de campo sem maiores problemas.  

Se pegássemos algum desavisado no Aeroporto de Fortaleza, e levássemos para assistir a partida, alguém chegando do exterior e sem a menor ideia do que se passa aqui no Campeonato Brasileiro, jamais imaginaria pelo futebol apresentado pelo Santos, que se tratava do atual segundo colocado, e já classificado para a Libertadores 2020!
A impressão que a pessoa teria, estaria mais para achar que se tratava de um time desesperado, com os nervos a flor da pele tentando fugir do rebaixamento, tamanho o nervosismo e descontrole emocional do time do Santos!

Aliás, é impossível que um treinador que fica o jogo inteirinho andando de um lado para o outro, parecendo uma “Fera Enjaulada”, possa se concentrar na partida e observar o que acontece no jogo!
O Técnico do Santos, (Jorge Sampaoli), não parece saber a diferença entre motivar e cobrar seus jogadores à beira do gramado, de deixar nervosos e pilhados!
A função de um treinador experiente, é justamente o contrário, tem que passar tranquilidade e confiança aos seus atletas!  

Sonora da Coletiva de imprensa com o Técnico Jorge Sampaoli
Acompanhe como foi a derrota do Santos para o Fortaleza

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 X 1 SANTOS
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 28 de novembro de 2019, quinta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: FORTALEZA: Felipe, Juninho e Rogério Ceni.
SANTOS: Luan Peres, Pará, Derlis González, Eduardo Sasha, Lucas Veríssimo, Jorge Sampaoli, Evandro, Jean Mota e Soteldo
Cartão vermelho: SANTOS: Soteldo e Pará
Público: 33.925 Renda: ——
GOLS: Fortaleza: Edinho e Osvaldo, aos 4 e 19 minutos do 2T;
Santos: Sánchez, aos 23 minutos do 2T.
FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Bruno Melo; Felipe (Araruna) e Juninho; Romarinho, Edinho (Tinga), Osvaldo (Kieza) e Wellington Paulista
Técnico: Rogério Ceni
SANTOS: Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Jean Mota) e Luan Peres (Evandro); Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca (Felipe Jonatan); Derlis González, Soteldo e Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)
(Crédito: Imagem: JL Rosa/Estadão)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.