Mesmo maltratada a Base ainda Salva!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Conforme diz o ditado, após dias feios e chuvosos, o sol sempre volta a brilhar!

No último Campeonato que lhe restou no ano, (Brasileirão 2019),o Santos terminou o primeiro turno e iniciou o segundo, com tropeços que derrubaram o alvinegro Praiano de uma posição de líder, para um ameaçado terceiro lugar!

Pressionado pela queda de rendimento que se abateu sobre uma equipe, que há bem pouco tempo vencera sete partidas seguidas, e vindo de uma vitória nem um pouco convincente sobre o fraco “CSA de Alagoas”, o Santos enfrentaria fora de casa no estádio São Januário, um Vasco que renasceu na competição, nas mãos do treinador Vanderlei Luxemburgo.

Parada indigesta para o Santos? Espere um pouco pois além de tudo isso, o Alvinegro de Vila Belmiro, ainda viajou ao Rio de Janeiro para esse compromisso, desfalcado de Luiz Felipe, Carlos Sánchez, Derlis González, e Lucas Veríssimo, os três primeiros por lesão, e o último suspenso!  

Poucos clubes do futebol Brasileiro viajariam para enfrentar um prognóstico desanimador, e conseguiriam quebra-lo como o Santos fez, se a “Base” não aparecesse mais uma vez para ajudar o Peixe!

Conforme havíamos adiantado que haveria uma grande possibilidade de um atacante, jovem promessa da Base Santista, aparecer como surpresa na escalação, dito e feito! Não só iniciou a partida como titular, como a estrela do jovem Taílson, brilhou e com um bonito gol, deu ao Santos uma vitória suada e merecida. Uma vitória importante, a segunda consecutiva no segundo turno do Brasileiro, e que de quebra ainda derrubou um tabu,  que já durava 14 anos em que o Santos não sabia o que era vencer a equipe do Vasco da Gama em São Januário!

Sem criar muita expectativa, nem sair por aí rotulando antecipadamente o garoto Taílson de apenas 20 anos, como o novo “Raio” que caiu na Vila, eu prefiro manter os pés no chão, e me dar o direito de assistir mais alguns jogos, para aí sim fazer uma análise justa, da nova aposta do treinador Jorge Sampaoli, que fez o gol que garantiu importantes três pontos fora de casa!

De momento posso dizer que o rapaz mostrou personalidade, não pareceu sentir a pressão ou a responsabilidade da estreia, jogou bem e ainda marcou o início de sua história no Santos, fazendo um belo gol.

 Com a vitória, o Santos se mantém próximo aos líderes na terceira colocação, somando 44 pontos, apenas dois pontos atras do Palmeiras, e a cinco do Flamengo.

 Na próxima rodada, o Alvinegro da Vila recebe em casa o rival Palmeiras, na quarta-feira, às 21h30.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 1 SANTOS

Estádio: São Januário – Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Público: 17.083

Cartões amarelos: Andrey, Marrony, Leandro Castan(VAS) Luan Peres, Soteldo (SFC)

Cartão vermelho: Evandro 31′ 2(SFC)

GOL: Talison 04′ 2ºT (0-1)

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Richard, Andrey (Felipe Ferreira 24′ 2ºT ) e Marcos Júnior (Clayton 40′ 2ºT); Rossi (Ribamar 27′ 2ºT), Talles Magno e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SANTOS: Everson; Aguilar, Gustavo Henrique e Luan Peres (Alison 24’2ºT) ; Victor Ferraz, Pituca, Evandro e Jorge; Tailson (Marinho 27’2ºT) , Sasha e Soteldo (Felipe Jonatan 36′ 2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli.

Assista os melhores momentos da vitória do Santos sobre o Vasco da Gama

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.