Acreditem: O Sub-23 está de volta

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O superintendente de futebol do Santos Futebol Clube, Paulo Autuori, convocou uma Coletiva de Imprensa para anunciar na manhã desta última segunda-feira, que o Santos voltará a ter um time B a partir de 2020.

O Santos ”B” ou categoria sub-23, já fez parte do processo de formação da base Santista, e  foi criada em 2015, ainda durante a gestão do ex-presidente Modesto Roma Júnior.

A categoria existiu até outubro do ano passado, quando o presidente José Carlos Peres decidiu terminar com o time.

Diferentemente dos outros clubes que têm a intenção de conquistar títulos com o time de aspirantes, e com sorte, aproveitar os atletas no plantel principal, o intuito central do Peixe é ter uma equipe para fornecer jogadores com qualidade técnica para o grupo profissional.

A ideia é que esse novo sub-23, seja formado por jogadores da base, ainda sem espaço na equipe principal, além de algumas contratações, sempre abaixo dos 21 anos.

A verdade é que seja “Time B” ou “Sub-23”, independente da nomenclatura que se dê, isso  já não é mais base!

 Trata-se do intermediário entre a base e o profissional, para os jogadores que não se destacaram o suficiente ou precisam ser mais lapidados antes de subir possam estar em atividade e não apenas treinando! Jogadores que ainda estão em formação, terão a oportunidade de irem se solidificando e principalmente absorvendo os contextos nos quais o treinador trabalha. Nessa metodologia, vai ser política do clube contratar atletas de até 21 anos para essa equipe”, explicou Autuori.

Para começar, logo de cara já vou dizendo que sou totalmente contra a criação desse “Santos B”, e em seguida irei enumerar meus motivos:

O Principal e mais importante: Baseado na falta de transparência nas negociações envolvendo a atual Diretoria do Santos, no que diz respeito a contratações, esse “Santos B”, tem tudo para se tornar um escuso “Balcão de Negócios”

Durante todo o período que o clube manteve um time B, o retorno foi muito pequeno perante o montante investido!

 Não compensa o gasto para montar um grupo com 25 a 30 jogadores em média, técnico, médicos, fisioterapeutas, fisiologista, estrutura para treinos que vai desde o porteiro, cozinheiro, assistente social, área administrativa, folha de pagamento e etc… para quem sabe, um deles, vire jogador capaz de ajudar o Santos! Não esqueçamos que de 2015 a 2018, os únicos jogadores que o sub-23 forneceu ao profissional, foram Vitor Bueno e Diego Pituca.

Por que é que ao invés de empreender um gasto enorme que demanda manter um Santos B, não emprestam os jogadores que não estejam sendo aproveitados? Emprestou para dois ou três times, em uma análise mais criteriosa, viu que o jogador não conseguiu se firmar, então manda o cara embora! Vai criar mais um time para que? Para deixar esses caras mamando nas tetas do clube até se aposentar?  

Paulo Autuori disse na coletiva, que vai ser política do clube contratar atletas de até 21 anos para essa equipe”, então eu pergunto: Se é para gastar recursos contratando jogadores com até 21 anos, creio que os trabalhos das categorias de Base do Santos, serão encerrados né? Sim porque não existe lógica alguma, em gastar contratando jogadores com idade que por obrigação, a Base do próprio Santos deveria estar revelando né?

Eu gostaria que o superintendente de futebol do Santos Futebol Clube, Paulo Autuori, pudesse explicar, de onde vai sair dinheiro para contratar jovens promessas com até 21 anos, se os clubes que tem essas “Promessas” e nessa faixa etária, costumam vende-las por pequenas fortunas, para clubes Europeus?

Por fim mas não menos importante, vale a pena lembrar aos dirigentes do Santos que jogadores contratados para esse “Santos B”, caso algum dia sejam negociados com clubes Europeus, jamais renderão ao Santos o percentual de clube formador da FIFA, algo que já rendeu boas somas ao clube, quando o jogador foi formado no Santos!

Se é para contratarem jogadores, em idade dos que a própria base do Clube deveria formar, então que se feche a base e só se contrate jogador formado em outros clubes!   E para finalizar de vez mesmo: Antes de começarem as novas negociações “Suspeitas”, apresentem pelo menos, os jogadores que vieram há meses do poderoso Luverdense e os 200 garotos contratados para a Base do Padeiro!  

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.