Após quatro rodadas Santos faz as pazes com a vitória

        Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras

Uma Semana. Esse é o período que durou a quebra de invencibilidade do Santos em jogos do Campeonato Brasileiro na Vila Belmiro!

Após perder para o Grêmio na primeira rodada do segundo turno, o Santos faz as pazes com a vitória, e neste domingo (29), voltou a vencer jogando dentro de casa!

Longe de apresentar aquele futebol que no começo da temporada, enchia os olhos da Nação Santista, a verdade é que o Santos fez apenas o suficiente para derrotar o CSA pelo placar de 2 x 0, voltando a vencer após quatro jogos sem triunfos no Campeonato Brasileiro, garantindo assim,

três pontos importantes, conquistados com gols de Carlos Sánchez, de pênalti, e Eduardo Sasha.

Com a vitória, o Santos permaneceu na terceira posição do Brasileirão 2019, com 41 pontos, e dentro da zona de classificação direta para uma vaga à Libertadores 2020.

Quem compareceu na tarde de ontem (Domingo), à Vila Belmiro, com a expectativa de ver o Santos aplicar uma goleada no CSA, a exemplo do que o Palmeiras havia feito na rodada passada, quando aplicou um elástico 6 x 2 nos mesmos Alagoanos, se decepcionou!

Além de não ter sido aquele Santos avassalador, o alvinegro Praiano esbarrou em uma equipe armada à moda “Argel Fucks”, um time todo fechado e apostando apenas nos contra-ataques puxados pelo veloz Apodi.

Minha decepção ou desapontamento, ficou por conta mais uma vez, pelo não aproveitamento de alguns jogadores, que pela fragilidade do adversário, e pelo fato de jogar em casa, seria a oportunidade ideal de finalmente testá-los.

Tenho acompanhado alguns jogos da base, e sem me ater a resultados, mas sim ao desempenho dos garotos, embora o nível geral seja bem abaixo do que o torcedor Santista se acostumou a ver a base produzir, ainda assim dá para pinçar alguns jogadores sim!

O atacante Alanzinho, que salvo engano, veio da base da Portuguesa de Desportos, é um desses jogadores. O Volante Jóbson contratado ao final de Março, a pedido do próprio treinador Santista, e que ainda não fez sua estreia na equipe, confesso já ter visto atuações bem convincentes desse jogador!

Juntem-se a eles, jogadores como Kaio Jorge, Sandri, Tailson, Yvonei, Lucas Lourenço, Taílson, e etc… que ainda não receberam número razoável de oportunidades, para termos uma mínima ideia se eles tem ou não, qualidade técnica para vestir a camisa do Santos!

A verdade é que mesmo tendo a compreensão de que nem sempre se acerta, já perdi a conta de tantos erros apresentados na base Santista! Erros de simples avaliação!

Um Exemplo?

Recentemente o Santos sofreu algumas derrotas, que inclusive fizeram o alvinegro Praiano perder a liderança do Campeonato Brasileiro, por conta de atuações desastrosas de um Zagueiro estrangeiro, pelo qual a “Insana” Diretoria do Clube pagou a bagatela de R$ 15 Milhões, enquanto dois Zagueiros jovens, muito promissores, e que foram crias da Base do Santos, brilham com atuações impecáveis, um na zaga do Coritiba, e outro, recém Campeão da Copa do Brasil vestindo a camisa do Atlético Paranaense!

Esses meninos Robson Bambu e José Sabino, poderiam muito bem ser a zaga titular do Santos, e garanto que tirando amigos, familiares, e profissionais da imprensa que como eu, temos obrigação de conhecer, grande parte da torcida não conhece e nem sabe que começaram mas jamais foram aproveitados no Santos!

O Sabino, ainda pode vir a vestir o manto, pois está emprestado ao Coxa. O Robson Bambu, esse infelizmente perdemos!

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 CSA

Data: 29 de setembro de 2019 (domingo)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Lucas Veríssimo (Santos); Naldo (CSA)

Cartão vermelho: Lucas Veríssimo

Público total: 6.615 // Renda: R$ 263.000,80

Gols:

Santos: Sánchez (34 minutos do 1º tempo), Eduardo Sasha (11 minutos do 2º tempo)

SANTOS: Everson, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Evandro (Felipe Jonatan), Sáchez, Jean Mota (Derlis González); Soteldo e Eduardo Sasha (Luiz Felipe).

Técnico: Jorge Sampaoli

CSA: Jordi, Dawhan, Alan Costa (Ronaldo Alves), Luciano Castán e Carlinhos (Rafinha); Naldo, João Vitor e Jonatan Gomez (Euller); Apodi, Bustamante e Ricardo Bueno

Técnico: Argel Fucks

Na próxima rodada, o Santos no sábado às 17h, vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco da Gama, defendendo mais três importantes pontos e a marca de melhor visitante neste Brasileirão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.