Uma lição que não pode ser Ignorada

      Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Quem gosta de futebol, não perde uma boa oportunidade de acompanhar uma partida, mesmo que não envolva o time do Coração!

Na última quarta-feira (18), Internacional de Porto Alegre e Clube Atlético Paranaense, fizeram a final da 31ª Edição da Copa do Brasil, que terminou com o clube Paranaense como Campeão da Edição de 2019.

Em campo e fora dele, oito jogadores envolvidos na decisão, já vestiram a camisa do Santos! Pelo Internacional: Zeca, Rodrigo Moledo e Neilton. Do lado Paranaense: Léo Cittadini, Robson Bambu, Nikão, Thiago Heleno, e Jonathan.

Mas não posso negar, que seja como torcedor ou Comentarista, que o Título da Copa do Brasil conquistado há pouco menos de 48 horas pelo Atlético Paranaense, me incomoda bastante!

Por que me incomoda? Simples!

Primeiro: Peguem o time Paranaense, e comparem jogador por jogador, com o time do Santos!

Segundo: Peguem o valor da folha de pagamento do Departamento de futebol do clube Paranaense, e comparem com a folha do Santos!

Terceiro: Peguem o treinador do time Paranaense, que só nesta temporada já conquistou dois títulos, sendo um deles, internacional, e comparem com o badalado e caro treinador Santista, que o que acumula até agora, são três eliminações!

A única coisa que não serei maluco de comparar e não reconhecer que neste item sim, os Paranaenses são superiores ao Santos, é “Estrutura”

Então eu pergunto: O que acontece com o Santos?

Como pode o “Furacão”, um clube que tem um time sem estrelas, sem jogadores badalados nem salários astronômicos, sem um treinador que exige não sei quantos Auxiliares, Analistas disso e daquilo como faz o Sampaoli, ser Campeão da Copa do Brasil como foi, eliminando concorrentes bem mais fortes e favoritos ao título?

Um time que foi Campeão atuando com um menino na zaga, jogando uma barbaridade!

Um menino com apenas 21 anos de idade chamado Robson Bambu, que deixaram sair do Santos, enquanto trouxeram a peso de ouro, o cai cai do Felipe Aguilar, Zagueiro colombiano por quem que pagamos mais de R$ 10 milhões

Robson Bambu destaque do time campeão, estava na Base do Santos desde 2007, quando chegou ao clube com apenas 10 anos de idade! Todos sabiam da qualidade desse menino!

E não foi só ele que o Santos perdeu não!

Para quem está indignado por termos perdido de graça o Zagueiro Robson Bambu, que ninguém pode dizer que não sabia se tratar de um zagueiro de ótima qualidade, novo e que ainda tem muito para evoluir, eu lembro ainda de outro companheiro de zaga na base, outra jovem promessa que está gastando a bola no Coritiba, o menino José Sabino Chagas Monteiro de apenas 22 anos! Zagueiro que em 25 jogos com a camisa do Coritiba, marcou 3 gols, nunca foi expulso de campo, e recebeu apenas 5 cartões amarelos! Média de um cartão há cada 5 jogos!

Eu poderia postar aqui, uma relação gigantesca de garotos que depois de anos jogando na base Santista, foram dispensados para que no lugar fossem contratados jogadores de qualidade duvidosa e que transformaram a antes elogiada e invejada Base, em atual “Saco de Pancadas”

Tem alguma coisa errada! Não é possível.

Não é possível, tanta incompetência e falta de visão de futebol, em um clube só!

O Santos extrapola o direito de errar honestamente, e abre margem para que duvidemos que tais erros sejam mesmo só incompetência!   

Se ao menos tivéssemos o alento e as esperanças renovadas por algo novo, possivelmente trazido pelos inúmeros profissionais que neste ano já deixaram o clube Paranaense e desembarcaram na Vila Belmiro, eu me animaria!

O problema é que me causa muita estranheza, que bons profissionais deixem um clube que hoje é modelo de administração e estrutura, para migrarem para outro que embora tenha uma história grandiosa, a verdade é que hoje é sinônimo de bagunça e péssima gestão!

Não tenho nada contra o Atlético Paranaense! Minha indignação é com o Santos!

Acho! Eu só acho, que a Diretoria do Alvinegro Praiano, deveria refletir um pouco e analisar onde o Santos tem errado, e ver que para ser Campeão, não basta apenas gastar R$90, R$100 milhões para montar um elenco para ser Campeão!

É preciso conhecer de futebol para gastar certo, e contratar certo!

Que fique a lição e tenham humildade para assimila-la.

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.