Conselho Deliberativo vota por expulsão de ex-membro do Comitê de Gestão por pagamento de Comissão indevida

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Conselho Deliberativo do Santos Futebol Clube, esteve reunido mais uma vez em caráter de “Sessão Extraordinária”, realizada na noite desta segunda-feira 02 de Agosto de 2021, com primeira convocação às 19h00 e segunda convocação às 19h30, em assembleia que em decorrência da Pandemia Covid-19, foi mais uma vez realizada em formato virtual digital, (Videoconferência).

A Reunião do Conselho Deliberativo que teve por objetivo, tratar da definição de questões importantes relacionadas a administração do clube, teve como uma de suas pautas principais e mais importantes da noite, um debate e posterior votação, da expulsão do clube, do ex conselheiro e um dos membros do Comitê de Gestão do Santos na gestão do ex-presidente José Carlos Peres, Sr Pedro Henrique Dória Mesquita.

O motivo da expulsão, teria sido o pagamento de uma comissão a um Agente, envolvendo a negociação referente a contratação em definitivo do atacante Eduardo Sasha, que na época estava emprestado ao Santos pelo Internacional de Porto Alegre.

Vamos recordar o caso: 

O ex-presidente do Santos, José Carlos Peres, fechou com o Internacional uma troca do lateral-esquerdo Zeca pelo atacante Eduardo Sasha.
Eduardo Sasha vinha jogando bem, se destacando e fazendo gols, enquanto o jogador Zeca, lateral do Santos, estava em litígio com o clube, chegando a ir à Justiça pedir a rescisão do contrato por supostos atrasos no recolhimento do fundo de garantia, conseguindo uma liminar quando o caso chegou ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).
Como surgiu a possibilidade de envolvê-lo na negociação, algo que agradou o lateral, a situação avançou com o Zeca retirando a ação que movia contra o Santos, sendo o que faltava para o negócio ser concluído.
De acordo com o que na época declarou o então presidente José Carlos Peres, o Santos iria manter 50% dos direitos econômicos de Zeca, assim como o Internacional manteria 50% dos direitos de Eduardo Sasha.

Pois bem: Ocorre que na ocasião da negociação, como o negócio foi realizado diretamente entre “Diretorias”, a do Santos e Internacional, o Comitê de Gestão do Santos formado pelo e-presidente José Carlos Peres, vice-presidente Orlando Rollo, Pedro Doria, Fábio Gaia, José Carlos de Oliveira, Estevam Juhas, Andres Rueda, Hanie Issa e Urubatan Helou, no entendimento de que não houve participação alguma do Agente do jogador Sasha na negociação, votaram por não pagar uma Comissão cobrada pelo Agente.
No entanto a revelia do que decidiram por ampla maioria, os demais membros do Comitê Gestor, José Carlos Peres e Pedro Henrique Dória Mesquita, assinaram mesmo assim, a autorização do pagamento!

O Santos agora, vai pedir junto ao Ministério Público, que os dois, (José Carlos Peres e Pedro Henrique Dória Mesquita), ressarçam os cofres do clube, devolvendo a quantia de R$ 1.462.000,00 que foram pagos indevidamente!
Lembrando que esse já é o Terceiro processo, em que o Ex Presidente Peres é expulso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.