Conselheiros do Santos votam pelo “SIM” e aprovam projeto de um funding composto por torcedores ricos!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Conselho Deliberativo do Santos Futebol Clube, esteve mais uma vez reunido em sessão que foi realizada na noite desta última quinta-feira 10 de Junho de 2021, em assembleia que em decorrência da Pandemia Covid-19, foi mais uma vez realizada em formato virtual digital, (Videoconferência).
Tendo como uma de suas pautas principais da noite, o Conselho Deliberativo do Santos aprovou com 89% dos votos válidos, uma proposta apresentada pelo Conselho Gestor, para a criação de um “Funding” composto por torcedores e investidores santistas, com o objetivo de avalizar empréstimos bancários ao clube.

Para o fácil entendimento dos leitores, simplificando, a ideia seria a seguinte: Empresários com grande aporte financeiro, aplicariam um determinado valor fixo e igual entre os participantes, em uma instituição financeira.
O projeto que foi anunciado pelo presidente Andrés Rueda em sua entrevista coletiva sobre os 100 dias de sua gestão, visa quitar dívidas menores, e evitar novos atrasos e calotes, que voltem a gerar não apenas novas multas, como também novas punições por parte da FIFA, como os recentes “transfer ban”, além de gerar um fluxo de caixa imediato e poder arcar com despesas como salários.

“O presidente não pode colocar dinheiro no clube. O Estatuto não permite e não é assim que funciona o clube. O Santos tem de andar com pernas próprias. Essa história de mecenas não existe. Os clubes que caminharam nessa linha, quando tem a rupturas vejam como ficaram. Nossa função é dar estrutura para que o clube consiga resolver seus problemas” – afirmou o presidente.
Sinceramente? Só pode estar achando essa ideia linda e maravilhosa, quem não entende patavinas de Bancos e Mercado Financeiro!

Além do fato de que os juros e taxas cobradas pelo banco escolhido, farão com que os investidores praticamente não tenham um retorno de seus investimentos, quem é que vai ser louco de perder dinheiro sendo avalista do Santos?
Essa Engenharia toda, é nada mais, nada menos, do que um grupo de “Avalistas” para o Santos! Se o Santos não conseguir pagar o Banco, todos se ferram e perdem seu dinheiro!

Será que não passou pela cabeça de ninguém, que já vimos esse filme, e não só já vimos, como também já sabemos como termina?
Já não teríamos visto esse mesmo modelo de operação, realizado no passado pelo ex presidente Marcelo Teixeira com o Banco Safra?
E o que aconteceu quando o Banco levou um calote? Não fez valer seu respaldo, se ressarcindo com o patrimônio financeiro do Marcelo Teixeira?
Patrimônio colocado como garantia?
Como é que o Presidente Rueda vai dar aos abastados empresários que irão adquirir essas “Cotas”, a segurança de que o que aconteceu no passado, não acontecerá novamente?

Sinceramente? Acho difícil que por mais Santistas e apaixonados que esses torcedores possam ser, se tem uma coisa que rico não faz, é colocar dinheiro onde os riscos de perdê-lo, são bem reais e prováveis!
Acredito que os pretensos “Investidores” só entrarão nessa, se tiverem certeza absoluta de que o clube irá honrar o compromisso com o Banco, garantindo assim  com que não percam o dinheiro investido.

(Crédito: Imagem: Divulgação/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.