Vai começar no Santos a era Diniz

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Santos apresentou de forma oficial nesta segunda-feira (10), Fernando Diniz como novo técnico da equipe Alvinegra!
Fernando Diniz, de 47 anos que chega na Vila Belmiro após uma passagem positiva pelo Tricolor Paulista, comandará o elenco do Santos inicialmente até o final da temporada 2021, podendo em caso de interesse das partes, renovar por mais um ano!

Apresentado como novo técnico do Santos em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, Fernando Diniz chega ao Santos para ocupar a vaga de treinador, vaga aberta em decorrência da saída do Argentino, Ariel Holan, que alegando não se sentir seguro para continuar no Santos após torcedores insatisfeitos com o desempenho da equipe, protestarem com rojões no prédio onde morava, Holan decidiu pedir demissão do cargo!
O Presidente do Santos iniciou a coletiva, destacando as características do treinador que se encaixa com o que o clube buscava. Diniz falou sobre chegada e a parceira com a diretoria.

Um prazer ser treinador do Santos, clube que passei como jogador e tive essa honra. É o time do Pelé, só isso faz o Santos estar entre os maiores do mundo.
Vou me entregar com toda a força que eu tenho para ajudar. Agradeço ao presidente. Tivemos sintonia fina. Minha conversa com ele foi a base, o fio condutor para o acerto. Preciso de uma pessoa como ele. Tivemos sintonia, química forte. Seriedade, caráter e bons valores. São as coisas mais importantes da vida”, afirmou Fernando Diniz.

Fernando Diniz se mostrou bastante confiante em realizar um bom trabalho, e enxerga muita semelhança entre sua maneira de jogar e a do clube.
O foco do trabalho será armar o time, de maneira que o Santos possa se tornar uma equipe muito forte coletivamente, mas na qual as individualidades se mostrem.

Espero um grande trabalho, um passo adiante do que tenho feito na minha carreira. Minha vontade é se dar bem, se respeitar. Não é uma esperança, é expectativa. Tenho confiança de parceria forte com diretoria e elenco. Comissão, jogadores e diretoria são os trabalhadores. Imprensa avalia como acha pertinente, com respeito sempre, e temos que entregar vitórias ao torcedor. Torcedor quase sempre tem razão. Temos que entregar aquilo que torcedor espera: vitórias e bom futebol”, citou o treinador.

Quando foi perguntado sobre o elenco e a necessidade por reforços, Fernando Diniz fez questão de valorizar os jogadores do elenco, mas reforçou a importância de poder mesclar jogadores mais experientes, que possam dar sustentação e tranquilidade aos mais jovens. O treinador quer reforços pontuais, mas não citou posições.

Tenho estudado o elenco. Conheço alguns jogadores. Olhei com mais profundidade desde que começamos a negociar. Gosto muito do que vi. Elenco forte, sim. Poucos e bons reforços. Santos não precisa de muitos, precisa de qualidade. Não vou falar de posição. Elenco está sempre aberto a bons jogadores. Sou criterioso mesmo. O Santos, desse tamanho e com essa base, não pode trazer jogador só por vir, sem condição imediata de produzir, e atrapalhar o desenvolvimento dos mais jovens. Temos que trazer quem possa ajudar a dar sustentação da equipe e tirar um pouco dessa carga às vezes exagerada aos garotos., afirmou o técnico. 

Fernando Diniz tem sua estreia frente ao comando Santista, marcada para o duelo diante o Boca Juniors nesta terça-feira, às 19h15min, na Vila Belmiro pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Divulgação/Santos FC)
(Crédito: Imagem: SantosTV/Divulgação/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.