Esse seria o Homem certo para o cargo certo

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O presidente do Santos FC, Andrés Rueda, confirmou a vinda de um novo executivo de futebol nos próximos dias e prometeu ir atrás de reforços, em coletiva realizada neste domingo (9), após a vitória do Peixe sobre o São Bento por 2 a 0, na Vila Belmiro.
“Já está encaminhado, prestes a ser anunciado”, declarou o Presidente!
No momento em que escrevo esse texto, o nome do novo “Homem Forte” do futebol do Santos, pode até já ter sido escolhido, porém como ainda não foi anunciado oficialmente cabe perfeitamente o comentário que farei.
Não tenho “Bola de Cristal” nem tampouco aptidões para adivinho, porém conhecendo um pouco do perfil e maneira de pensar da Diretoria do Santos, infelizmente acho muito difícil que tenham pensado em alguém da cidade (Santos-sp), o que é uma pena pois com tantos profissionais qualificados e gabaritados em nossa própria cidade, os homens que dirigem o Santos invariavelmente vão atrás de profissionais de fora!

Digo isso pois poderíamos ter à frente da superintendência de futebol do Santos, um profissional dos mais renomados e reconhecidos do Futebol Brasileiro, o senhor Dagoberto Santos!
Empossado em junho de 2019, Dagoberto Santos tornou-se desde então, “Diretor de Futebol Profissional da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor” (SNFDT).

Dagoberto dos Santos foi escolhido pelo governo, para integrar o novo quadro técnico da secretaria responsável pelo desenvolvimento e promoção, do esporte mais admirado pela população brasileira: o futebol.
À frente da Diretoria de Futebol Profissional da SNFDT, seu trabalho principal tem sido tirar do papel e transformar em realidade, seu sonho de criar para o esporte “Futebol”, um “Estatuto Próprio”, além do fortalecimento do futebol como produto cultural, tornando-o ainda mais representativo dentro da indústria de entretenimento brasileira.
Dentre os demais planos para seu mandato, Dagoberto cita a revisão e atualização do marco regulatório da categoria, o estreitamento da relação do Governo com os diversos setores deste segmento e a consolidação da indústria do futebol como produto nacional.

Esta não é a primeira vez que Dagoberto contribui para o futebol dentro Governo Federal.
Entre 2003 e 2006, o executivo atuou como membro nomeado da Comissão de Futebol e Marketing Desportivo, do então Ministério do Esporte. Durante este período, contribuiu para o aperfeiçoamento da Lei Pelé e a criação da Timemania, loteria criada para equacionar os débitos de tributos federais dos clubes brasileiros.

Embora sua participação junto ao Governo Federal seja algo de suma importância, tenho certeza de que se tivesse seu nome lembrado pela diretoria do Santos, Dagoberto que é da cidade e um Santista apaixonado, não se furtaria de ajudar o Santos colaborando com o clube nesse momento tão difícil pelo qual passa o Santos!
Seus nove anos de serviços prestados ao clube como homem de confiança do ex-presidente Marcelo Teixeira, assim como também os três anos como homem forte do futebol ao lado do também ex-presidente Modesto Roma Jr, mais do que lhe credenciam ao cargo!

Experiência no futebol

De 2001 a 2008, Dagoberto foi executivo do Santos Futebol Clube, tendo importante papel na reestruturação geral e profissionalização do clube, com destaque para as áreas de administração, finanças e marketing.
Além encerrar um longo jejum de títulos, o clube também registrou nesse período uma significativa valorização da sua marca e um expressivo crescimento do seu patrimônio. Graças a estes fatores, o Santos FC pode construir novos centros de treinamento, modernizou seu estádio e ganhou reconhecimento de suas categorias de base, com a revelação de grandes jogadores. Até hoje, o clube santista é uma referência internacional na formação de novos talentos.

Entre 2008 e 2011, Dagoberto ocupou o cargo de Secretário Executivo da União dos Grandes Clubes do Futebol Brasileiro, o Clube dos Treze, onde atuou na interlocução junto ao Congresso Nacional para aprovação de alterações legislativas relevantes para o aperfeiçoamento da Lei Pelé.
Ainda em 2011, Dagoberto foi contratado como CEO do Clube Athletico Paranaense, onde permaneceu até 2013. Neste período, também acumulou a posição de diretor de futebol e conduziu o processo de transição que culminou com a classificação do time para a Série A do Campeonato Brasileiro e o retorno da equipe à Copa Libertadores da América. Também participou da modernização da Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2004, quando o estádio abrigou os jogos da principal competição de seleções do mundo.

De volta ao Santos FC em 2015, o dirigente atuou como superintendente de esportes, onde liderou um grande projeto de reestruturação e padronização de todas as categorias do clube, da base até o profissional. Sob seu comando, o Santos FC apresentou o melhor custo benefício do futebol brasileiro de 2015 a 2017, sendo bicampeão paulista, vice da Copa do Brasil de 2016, vice-campeão brasileiro em 2016 e terceiro lugar em 2017, conquistando por dois anos seguidos vagas na Libertadores da América na fase de grupos. Além disso, trouxe de volta ao clube o Centroavante Ricardo Oliveira, com um contrato de produtividade com um valor irrisório se comparado ao salário normal que um jogador dessa envergadura, receberia em qualquer outro clube!
Foi pessoalmente a cidade de Atibaia, onde o Coritiba realizava sua, pré temporada, buscar o Goleiro Vanderlei que veio trazido ao Santos praticamente a custo zero!

Dagoberto trouxe também, do Wolfsburg, da Alemanha, o atacante Bruno Henrique por quem o Santos pagou 4 milhões de euros (o equivalente a R$ 13,5 milhões na época da transação, em 2017), e em Janeiro de 2019, já na gestão do presidente Peres, o jogador foi negociado junto ao Flamengo, por de R$ 23 milhões, negociação que rendeu ao Santos um lucro de praticamente R$ 10 milhões.

Além de tudo isso, penso que seria muito importante e bastante proveitoso ao Santos Futebol Clube, ter em termos de bastidores alguém com o prestígio e livre transito dentro do Governo Federal, como o Senhor Dagoberto Santos tem!
Honestamente, com todo o respeito ao profissional que possa vir a ser anunciado pelo presidente Rueda como novo Superintendente de futebol do clube, não vejo no mercado atual quem possa acrescentar mais ao clube, do que o senhor Dagoberto Santos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

One thought on “Esse seria o Homem certo para o cargo certo

  • 11 de maio de 2021 em 09:32
    Permalink

    Vc. foi muito feliz com respeito a Dagoberto F.dos Santos, lí o curriculun dele, Não cabe na minha conciência, como a diretoria do Santos, está a procura de um executivo de futebol, se tem um aí em Santos, com todos esses predicados, além do mais pelo que lí, Santista roxo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *