O Santos acima de tudo e de todos!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Entrando no mês de agosto, o oitavo mês, dos 12 últimos da gestão José Carlos Peres, o Santos Futebol Clube começa a se aproximar do pleito eleitoral, que definirá quem será o próximo Presidente do clube mais vitorioso e famoso de todo o planeta Bola!

Há quatro meses da eleição, a corrida eleitoral com os grupos políticos já em pleno processo de articulações, aponta inicialmente para a possibilidade de termos disputando a cadeira mais cobiçada do Santos, até agora um total de seis candidatos, caso todos que já se apresentam na condição de “Pré Candidatos”, confirmem suas candidaturas.

Até o atual momento, os candidatos ao cargo mais importante do clube, se dividem em “Quatro categorias“:

  1. Os que já são conhecidamente oposicionistas a atual gestão, mas preferem entrar na disputa, estilo “Carreira Solo”.
  2. Os que entendem que o clube passa pela situação mais delicada de toda a sua história, e entendendo que não há mais espaço nem para erros tampouco para “Aventureiros”, defendem uma união de forças entre as grandes lideranças dentro do clube.
  3. O candidato (Ainda incerto), que concorrerá ao pleito pela Chapa “Situacionista”
  4. E por fim, os que ainda podem surgir.

Prevista para acontecer na primeira quinzena de dezembro, com tantas incertezas e indefinições até mesmo pelo tempo que ainda falta, a verdade é que a instituição “Santos Futebol Clube” certamente viverá aquela que poderá ser a eleição mais crucial e importante de toda a sua existência!

O momento pelo qual o clube passa, principalmente em termos financeiros, é tão grave e tem afetado o Santos de tantas formas e maneiras, que pessoas que historicamente sempre estiveram de lados opostos, pessoas que sempre tiveram ideias e pensamentos antagônicos na maneira de pensar administrativamente, que em prol do Santos Futebol Clube, e em nome de um bem maior do que tudo e todos, que é esse amor que só mesmo sendo torcedor para compreender, é que nomes importantes da vida política do Santos decidiram unir forças para trazer de volta, o Santos para as mãos de Santistas de verdade!

Um dos mais entusiastas dessa união, é o atual vice-presidente Orlando Rollo!
Publicamente rachado com o Presidente José Carlos Peres, Rollo é uma das mais respeitadas forças politicas do Santos, pois conhece melhor do que ninguém, os dois lados da moeda!
Rollo tem o preparo administrativo, de quem jamais deixou de estudar, realizar cursos, e se manter preparado e atualizado em tudo que diz respeito a gestão de um clube de futebol.
Aliado ao fato, de ter construído sua história de amor ao Santos, dentro de uma das mais famosas e atuantes uniformizadas do Clube!

Rollo sabe do que o clube precisa, e sabe o que o torcedor deseja!
Embora inicialmente não figure dentre os Pré Candidatos, declarando inclusive que está fora da corrida eleitoral, seu apoio e know how são muito bem vindos nessa chapa única, que formará a oposição ao sistema atual.

Particularmente, acredito sim que seja possível resgatar a união que havia dentro do clube entre os verdadeiros Santistas, e que foi perdida há muito tempo.
Creio de verdade que se todos se unirem e assumirem suas responsabilidades, deixando de lado as diferenças de ideias, vaidades, os holofotes, a rivalidade de egos, a fogueira de vaidades que arde em muitos, e todos se conscientizarem que a grave situação em que o clube se encontra, só será revertida no momento em que todos deixarem sonhos e projetos particulares de lado, a união é possível”

O sucesso desse projeto de uma chapa oposicionista que pela primeira vez na história do clube propõe a união de todos em prol de algo maior, terá de vir da humildade de todos que se prontificarem a administrá-lo, (Santos), de forma transparente e objetiva.
Antes de mais nada, é preciso que todos tenham o entendimento de que o Santos é um time grande, de grande torcida, mas que jamais precisou negar suas origens para ser Grande!

Alguns aspectos precisam ser tratados como prioridade absoluta:

1- Precisamos acabar com a divisão que foi criada entre nossos torcedores, e lembra-los que não interessa se somos de Santos, de São Paulo, ou seja lá de onde formos! Rivais são os outros! Nós somos todos Santistas!

2- Temos que colocar a casa em ordem com o novo presidente seja ele quem for, dirigindo o clube de sua sede que é a Vila Belmiro! O Presidente do Santos não pode vivenciar as prioridades e necessidades do clube, estando a 100 km de distância.

3- O Presidente tem que acompanhar o dia a dia do clube, para que todos os setores funcionem, assim como também é preciso que todos os membros da diretoria participem e colaborem efetivamente com o clube.

Administrar o Santos não é para amadores!!!

Trata-se de um clube grande, que precisa ser gerido por profissionais que não apenas entendam de futebol, mas que tenham identificação com o clube!
Nos últimos dois anos e sete meses, passaram pelo clube pessoas que não têm amor por ele. Pessoas sem compromisso nem comprometimento, que foram colocadas em seus postos, por quem comanda o clube sem entender patavinas de futebol, e ainda teve a pouca inteligência, de demitir quem entendia!

Por fim, não podemos mais permitir que os mesmos erros se repitam!
Principalmente no que se refere ao equilíbrio entre receitas e despesas!
O Santos não pode mais por exemplo: Viver em 2020, usando receitas antecipadas de dois, três anos há frente!
É preciso manter o pagamento dos jogadores, comissão técnica, e de todos os demais funcionários do clube, em dia para não criar insatisfação ou ações trabalhistas, e perdas de patrimônio quando jogadores conseguem via justiça, seu desligamento do clube!

Para que erros primários como esses não aconteçam mais, o Santos precisa urgentemente trocar uma administração centralizadora, em uma administração onde haja sim um líder, mas que trabalhe em ritmo de cooperação e responsabilidades compartilhadas! 

(Crédito: Imagem: Novikov Aleksey)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.