Newton Drummond explica os motivos que levaram o Santos a não ter apresentado nenhum reforço até o momento

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Buscando reforçar o elenco para o final da temporada, temporada que após insucessos nas campanhas do Campeonato Paulista, Copa Sul-americana, e Copa do Brasil, limitou o Santos a terminar o ano com o único objetivo, de manter-se na primeira divisão da elite do futebol Brasileiro, o Alvinegro de Vila Belmiro não tem tido vida fácil em suas tentativas para quantificar e qualificar melhor seu elenco de jogadores!
Prova disso é que desde que foi aberta a janela de transferências internacionais, janela que se estende do dia 18 de julho até 15 de agosto, o Santos é o único clube dentre os clubes da Série A, que saiu as compras e ainda não conseguiu contratar nenhum jogador!
Recentemente a diretoria Santista esteve empenhada na contratação do meia Cristaldo, do Huracán, e do lateral Lucas Blondel, do Tigre, dois atletas que atuam no futebol Argentino, duas negociações que se arrastaram durante alguns dias, e após acertos e desacertos, não tiveram o desfecho esperado!

O executivo de futebol Newton Drummond, deixou claro que o seu objetivo é montar uma equipe competitiva, mas sem cometer loucuras financeiras.
“Meu trabalho é fazer com que Santos tenha uma equipe bem formada. Dessa forma, com potencial para atingir os objetivos. Não vamos fazer loucuras.
O Santos é um clube que passou por dificuldades, realizou gastos sem poder bancar, se viu em dificuldades para cumprir as obrigações que deixaram o clube numa situação difícil. Isso não vamos mais fazer.
Estamos buscando jogadores no mercado, mas vamos contratar dentro do que é possível, dentro das possibilidades e do orçamento do clube”, explicou.

Mesmo estando ainda em dificuldades financeiras, e mantendo o discurso de pés no chão e austeridade, a Diretoria Alvinegra acenou ao seu executivo de futebol, Newton Drummond, que pela necessidade urgente, pode carregar um pouco mais no número de zeros no valor oferecido!
Apesar de aceitar as exigências tanto do Huracán, como do Tigre, a verdade é que os clubes Argentinos, a cada vez que as rodadas de negociações pareciam ter um desfecho favorável ao Santos, entravam com uma nova pedida, uma nova exigência, algo que acabou desgastando as negociações e irritando a diretoria Santista que acabou encerrando as tratativas e desistindo das duas contratações!
Um dos maiores entraves nas negociações, foram o fato doTigre e Huracán quererem garantias de que o dinheiro da negociação seria depositado imediatamente no caixa dos clubes.
O Foco agora se volta para outras alternativas, como o atacante Luan em disponibilidade no Corinthians, e o lateral direito Nathan Jogador do Boavista de Portugal.

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Divulgação/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.