No Mineirão Peixe arranca um empate heroico

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos foi à Belo Horizonte-MG neste sábado (11), enfrentar o Atlético Mineiro no Mineirão, e volta para casa trazendo um empate em 1 a 1 que pelas circunstâncias da partida, não pode ser considerado um mal resultado!
Sávio aos 5 da primeira etapa, abriu o placar para os mineiros, enquanto Rwan, aos 39 da segunda etapa, de pênalti empatou para os Santistas.

Mesmo aumentando um jejum de vitórias que já perdura incômodos sete jogos, seis pelo Campeonato Brasileiro e um pela Copa Sul-americana, o Santos fez uma grande partida no Mineirão, principalmente por ter sofrido um gol com cinco minutos de jogo, ter perdido os dois laterais titulares, um (Lucas Pires), por expulsão no começo da segunda etapa, e outro (Madson), com um incômodo na coxa esquerda, além de enfrentar um dos favoritos ao titulo do campeonato, sem os jogadores Kaiky e Marcos Leonardo, ambos servindo a (Seleção Brasileira Sub-20),  Léo Baptistão e Jhohan Julio (Lesionado).
Com o resultado o Santos se manteve no meio de tabela na 10ª colocação  com 14 pontos conquistados.

PITACOS DO BERTOLDI

Sofrer o primeiro gol logo aos cinco minutos de jogo, ainda mais jogando na casa do adversário, desmonta qualquer esquema que qualquer treinador possa passar para sua equipe!
Não fosse por uma certa arrogância do galo mineiro, que ao abrir o placar a seu favor tão cedo, desacelerou seu impeto talvez achando que o Santos seria mesmo uma presa fácil, a qual bastaria acelerar novamente e no momento que quisesse, mataria o jogo, o Santos poderia ter sofrido uma derrota!
Azar dos Atleticanos terem subestimado a camisa Santista, e não terem definido o placar no momento em que estavam melhores na partida!!

O Peixe ao contrário, não deixou passar a oportunidades quando se reagrupou, se reorganizou taticamente e passou a equilibrar as ações não somente chegando ao gol de empate com o garoto Rwan Seco, aos 39 da segunda etapa, de pênalti dando números finais ao confronto, como poderia até ter saído com uma vitória de virada, em duas oportunidades com o meia Bruninho!

Para finalizar: Confesso que gostei do poder de reação apresentado pela equipe, principalmente na segunda etapa quando igualou as ações e em alguns momentos chegou a ser superior ao Atlético Mineiro!
O que me preocupa nesse momento de jejum de vitórias da equipe, é o fato do Santos ter conquistado pontos importantes em muitos jogos em que não esteve bem, e agora no momento que mostra alguma evolução e tem jogado melhor, as vitórias não estão acontecendo!

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 1 SANTOS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11 de junho de 2022, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henriquec (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)
VAR: Rafael Traci (SC)
Gol: Sávio, aos 5 do 1ºT (Atlético-MG); Rwan, aos 39 do 2ºT (Santos)
Cartões amarelosGuilherme Arana, Allan, Jair (Atlético-MG); Ângelo (Santos)
Cartão vermelho: Lucas Pires (Santos)

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Júnior Alonso, Réver e Arana; Allan, Jair e Nacho; Keno, Sávio (Ademir) e Hulk.
Técnico: Antonio ‘Turco’ Mohamed

SANTOS: João Paulo, Madson, Maicon, Bauermann, Lucas Pires, Rodrigo Fernández (Camacho), Sandry, Zanocelo (Ângelo), Rwan, Angulo (Felipe Jonatan) e Lucas Braga (Bruno Oliveira).
Técnico: Fabián Bustos

Assista os melhores momentos do empate entre Atlético Mineiro e Santos

(Crédito de Imagem GE/PREMIERE

Acompanhe a coletiva pós jogo com o técnico Fábian Bustos

(Crédito: Imagem: SantosTV/Divulgação/Santos FC)

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.