É preciso ter coragem para encarar a verdade

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

No próximo dia 27 de junho, o Santos estreia no Campeonato Brasileiro sub-20.
A categoria Sub-20 é aquela que de todas as categorias de Base, desperta mais interesse e curiosidade nos torcedores! Afinal de contas, trata-se teoricamente do último degrau antes dos garotos chegarem ao time de cima, (Profissional).
A estreia do Santos será em casa, na Vila Belmiro diante do Sport Recife.
Em complemento aos treinamentos visando a competição, os Meninos da Vila estiveram no último sábado, em Cotia no CT de base do São Paulo e em partida “Amistosa”, foram goleados por 8 a 0 pelo sub-20 do Tricolor Paulista, que é comandado pelo ex-meia Alex, que atuou pelo Palmeiras e Cruzeiro.

O resultado vexatório e preocupante, a mim não causa nenhuma surpresa!
Gostem ou não, nossa base criou uma fama falsa!
De tempos em tempo, tivemos sorte de aparecerem procurando o Santos, alguns garotos geniais, e que com o talento natural com o qual nasceram, tanto faz em que base estivessem, porque teriam chegado exatamente aonde chegaram!
A verdade é que quando a nossa base, precisa mostrar realmente que é boa, (Produzir e lapidar bons Jogadores), poucos resultados vemos! O que enxergamos sim, são jogadores entregues ao profissional, com seríssimos “Defeitos de fábrica”. Moleques que não dominam nem os fundamentos básicos do futebol.

É preciso ter a consciência de que a fama da nossa base, existe muito em cima desses Gênios que de vez em quando, aparecem dentre centenas de outros garotos!!
Me apontem jogadores, que após a nossa base pegar essa fama de que aqui os raios caem um atrás do outro, tenham-se sobressaído por um bom trabalho realizado, e não porque eram jogadores muito acima da média?
Me desculpem! Não se trata aqui de desmerecer ou depreciar a nossa base, mas a verdade é que quando temos jogadores  que são apenas “Bons Jogadores”, o que vejo é esses meninos chegarem no time profissional, com gravíssimas falhas de “Formação”.
Meninos que chegam ao profissional, com seríssimas falhas em fundamentos básicos de futebol. Garotos que erram passes de meio metro! Garotos que finalizam a gol, e a bola sai na bandeirinha de escanteio! Não sou nenhum inconsequente, de querer cobrar que meninos lançados até precocemente, estejam totalmente preparados! Porém eu cobro sim que subam da base, no mínimo dominando os Fundamentos mais básicos do futebol.

Algumas coisas precisam ser analisadas, mas para tanto é preciso que se deixe de lado o lado torcedor, para conseguir enxergar a realidade dos fatos como eles são de verdade.

  1. Há anos atrás, tive a oportunidade de conhecer o centro de treinamentos da base do São Paulo. Digo aos amigos que supera e muito, o CT do próprio profissional.
  2. Enquanto lá em Cotia, a base tinha um CT ao nível dos maiores clubes Europeus, nossos garotos treinavam em campos esburacados, tomando banho em vestiários improvisados dentro de contêineres. Só aí já se vê a gritante diferença de estrutura!
  3. Certamente, jamais foi pela estrutura péssima que o Santos sempre ofereceu em comparação aos clubes rivais, que forjou as joias e raios que dizem cair na vila!
  4. Robinho, Diego, Ganso, Neymar, Rodrygo Góes, Wesley, e tantos outros, se transformaram nos jogadores que são, foi por talento próprio, e pelo olho clínico de profissionais como Paulo Maeda e principalmente de um ídolo chamado José Ely de Miranda, mais conhecido por Zito  
  5. O único mérito que a base do Santos teve em revelar esses garotos geniais, foi conseguir segura-los!
  6. O Grande diferencial do Santos, o qual alguns se negam a enxergar que perdemos, era o fato de garotos geniais, quererem vir para a nossa base, não por ela ser a melhor mas porque viam no Santos, um clube que ao contrário dos rivais, promovia todo ano garotos da base para o profissional.
  7. Os garotos e suas famílias, viam que não adiantava ser 10 vezes Campeão da Copinha com o Corinthians, se não tinham chances no time de cima! Que não adiantava viver em um sonho de CT, se ficavam isolados em Cotia, há quilômetros de distância dos olhares da Comissão Técnica profissional. Que não adiantava jogar na “Academia do Divino” se nunca eram promovidos ao profissional.
  8. Resultado: Garotos acima da média, míni gênios da bola, preferiam vir tomar banho em contêineres e jogar em campos esburacados, mas sabiam que mesmo com uma estrutura ridícula, aqui no Santos chegariam realmente a jogar no profissional.
  9. O Problema é que caso alguém não tenha percebido, a história mudou. Nossos rivais, finalmente abriram os olhos para a importância da base, e passaram não apenas a oferecer estruturas que há anos sempre foram muito melhores do que as nossas, mas passaram a dar no profissional as oportunidades que antes só o Santos dava!
  10. Finalizando o raciocínio: Perdemos o nosso diferencial, e agora que os garotos diferenciados, podem escolher melhores condições, estão migrando para Palmeiras São Paulo e Corinthians!
  11. É agora, nesse momento em que os “Gênios” não precisam mais vir para o Santos para poderem jogar, que a nossa base precisa mostrar que realmente é boa! Não temos mais jogadores diferenciados, mas uma boa base pode sim fornecer bons jogadores sem ter que necessariamente serem novos Robinhos, Diegos, Gansos, Neymares e etc..
      Fazer uma omelete com 10 ovos, qualquer um faz! O Grande Chef, é aquele que faz com três!

Aliado a tudo isso, sabemos muito bem que a gestão do Ex Presidente José Carlos Peres, retirado do cargo por um processo de Impeachment decorrente de uma Gestão pra lá de temerária, onde conseguiu a façanha de ter em todos os três anos de seu mandato, as contas do clube reprovadas, sendo inclusive expulso do Quadro Associativo do Clube, foi de uma negligência absurda com as Categorias de base do Santos, colocando seus apadrinhados, que não tinham competência alguma para dirigir a base!
Pessoas que desmontaram a estrutura que havia, mandando bons atletas embora, e contratando perebas, para se locupletarem, transformando a categoria em “Balcão de negócios”, fazendo negociatas com agentes e empresários, que frequentavam a base santista diariamente, tendo trânsito livre no clube!

Após José Carlos Peres ser afastado e o vice presidente Orlando Rolo ter assumido a presidência, houve uma faxina no Departamento e durante o 3 meses de gestão, foi realizada uma reformulação da base inteira. Profissionais sérios como o Coronel Pimenta e Fábio Barrozo, foram trazidos para comandarem o departamento. Ex jogadores capacitados, voltaram ao clube, além de competentes profissionais de mercado.
Foi Instituída a contratação de jogadores através de avaliações (peneiras).

Infelizmente a atual gestão, ao invés de dar prosseguimento ao trabalho que começava a ser realizado, de maneira a acabar com a bagunça e destruição que as categorias de base vinham sofrendo, o Presidente Rueda acabou com as avaliações e demitiu todos os contratados, além de efetivar novamente pessoas ligadas ao ex presidente Peres.

Resultado? Sub-20 do São Paulo 8 X 0 Sub-20 do Santos

Foto: Miguel Schincariol /Divulgação/ São Paulo FC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.