Rodrigo Fernández é apresentado no Santos e chega prometendo a famosa raça uruguaia

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Pressionado por mais uma campanha medíocre, onde pela terceira vez consecutiva, terminou uma competição lutando para não ser rebaixado, o Santos continua no mercado em busca de fortalecer seu elenco para que a temporada de 2022, não termine como a de 2021, com o torcedor santista, entre contas e promessas!
Por esse motivo a Diretoria do Peixe acertou, nesta terça-feira (29), a contratação de mais um reforço para a temporada: Rodrigo Fernández, o Sétimo reforço em 2022.
E o sétimo reforço contratado para o elenco santista, chega para fortalecer uma faixa de terreno que anda enfraquecida desde a saída do jogador Alison, último médio volante com características de marcação!
O Santos que já havia contratado William Maranhão para a posição, apresentou o meia Rodrigo Fernández, apelidado pela torcida do Guaraní do Paraguai como: ‘El Pitbull’.

Fernández chega por empréstimo ao Santos até o fim de 2022, com opção de compra após o encerramento do vínculo.
O meio-campista vem para reforçar a cabeça de área, após as tentativas frustradas com o Ceará pela contratação de Fernando Sobral.
Natural de Montevidéu, no Uruguai, Rodrigo Fernández tem 26 anos e foi revelado nas categorias da base do Danubio, onde teve sua primeira chance no time profissional em 2016.
Três anos depois, o meia foi emprestado ao Guaraní-PAR.

Não demorou muito para que sua raça e determinação dentro de campo, fizesse com que em pouco tempo, o jogador caísse nas graças da torcida, o que fez com que a diretoria do Guaraní , em 2019, comprasse seus direitos!

Em sua apresentação, o Uruguaio, o segundo no Santos agora ao lado do compatriota Pato Sanches, se apresentou ao torcedor Santista e falou um pouco sobre seu estilo de jogo e o que o torcedor pode esperar de seu futebol.

“Sou um jogador que gosto de jogar de 5, a frente da linha de defesa ou com dois 5. Sempre atuo pelo time jogando no meu limite”.

“Entro em campo querendo sempre representar o torcedor!
“Quando jogo não tem bola perdida. Deixo tudo no campo”.

“Me considero um jogador muito agressivo, gosto muito de marcar e ter agressividade na metade do campo. Creio que posso dar a agressividade a equipe e vou fazer o melhor para ajudar a equipe”, porém vou jogar onde o técnico decida que é melhor para a equipe.”

Sobre o apelido que ganhou da torcida do Guaraní o jogador falou que Pitbull é um apelido que considera como um elogio, é algo que me caracterizou por muito tempo e que gosto. Quero mandar um abraço a todos os santistas. Chegaram muitas mensagens e fico muito feliz por estarem felizes com a minha chegada. Vou dar o meu melhor para estar no nível do clube. Espero ver todos na próxima partida”, finalizou a contratação santista.

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)
(Crédito: Imagem: SantosTV/Divulgação/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.