Crônica de uma Tragédia Anunciada

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Existem momentos na vida, em que mesmo tendo poder de fazer valer uma vontade ou desejo pessoal, a lógica e o bom senso precisam prevalecer!
A pressão por uma demissão do treinador Fernando Diniz, algo que já vinha ocorrendo há algumas rodadas, tornou-se insustentável perante mais uma derrota da equipe santista, desta feita para a equipe do Cuiabá, fora de casa na Arena Pantanal.
A bem da verdade, a pressão que vinha ocorrendo em cima do Presidente do Santos Futebol Clube, Andrés Rueda para demitir o treinador Fernando Diniz vinha numa crescente a qual todos acreditavam que teria seu ápice, quando da humilhante goleada perante o Flamengo em plena Vila Belmiro, quando o Santos perdeu pelo placar de 4 x 0

Mesmo com os pedidos que Andrés Rueda e seu Comitê Gestor, vinham recebendo de todos os lados para demitir o técnico, fosse vindo por parte dos sócios, conselheiros, e torcedores, inexplicavelmente o presidente continuou bancando o treinador.
O sentimento de insatisfação com o trabalho do treinador, é notório e não se trata apenas pelo fraco desempenho do time em campo, com menos de 40% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro onde ocupa a 13ª colocação com 22 pontos conquistados em 19 jogos disputados, com 05 vitórias, 07 empates e 07 derrotas!  De 57 pontos disputados nesse 1º turno, o Santos conseguiu conquistar apenas 22!
22 pontos em 19 jogos, é quase como se a equipe tivesse empatado todos os 19 jogos, recebendo 1 ponto em cada partida!

PITACOS DO BERTOLDI

É claro que se formos analisar que em termos de desempenho, o grupo de jogadores que o Santos tem no elenco, poderiam individualmente estar rendendo mais do que estão, esse seria o motivo que poderíamos apontar como justificativa para o mal desempenho do time, com mais uma derrota!
Porém muito embora isso seja verdade, não se pode excluir o treinador da responsabilidade que tem!
Como a decisão de demitir um treinador de futebol, se dá (em 99,9%) dos casos, em decorrência de maus resultados, Fernando Diniz já está fazendo é “Hora Extra” no Santos!

Sabemos que a relação do treinador com o elenco, não é das melhores!  Episódios recentes que ocorreram com alguns jogadores do elenco, contribuíram e muito para desgastar ainda mais essa relação, tendo como resultado inevitável, a perda do vestiário! (No futebol, diz-se isso quando treinador e elenco já não falam a mesma língua).
O tratamento ríspido que Fernando Diniz dispensa a seus jogadores à beira do campo, não é novidade nenhuma para quem já o viu proceder da mesma maneira, em outras agremiações por onde passou. Talvez essa questão ficasse em segundo plano, se no campo o desempenho da equipe fosse outro, o que infelizmente não é o caso!

Após mais uma derrota, desta feita frente à equipe do Cuiabá, o torcedor Santista não espera do Presidente do Santos Futebol Clube, Senhor Andrés Rueda, outra atitude que não seja a de demitir imediatamente o treinador Fernando Diniz!
Já escrevi mais de uma vez e volto a fazê-lo: Quem decidiu pelo nome do Diniz no momento da escolha de um novo treinador, errou tremendamente!
Todos que entendem o mínimo que seja de futebol, sabiam antes mesmo da chegada do treinador, que sua vinda era completamente equivocada!
Não eram poucos, os motivos e ponderações que claramente, indicavam não ser “Fernando Diniz”, a escolha certa!

Trata-se de um treinador arrogante, tecnicamente pobre, não tem repertório técnico, seus times jogam sempre da mesma maneira, não tem variação tática, não tem leitura de jogo, não tem didática para tratar seus comandados, um treinador que não conseguiu até hoje, finalizar um único trabalho, nem conquistar nada!
Com a desculpa de que não seria justo, no momento em que reforços foram contratados, demitir o treinador antes de dar-lhe uma oportunidade tendo um elenco mais qualificado, o presidente ainda conseguiu segurar o treinador após a derrota contra o Flamengo!

Porém não creio que reste alguma dúvida, que seja pelo motivo que for, Fernando Diniz não pode mais continuar treinando o Santos!
Ou a Diretoria do Santos, tem coragem para tomar a decisão que precisa, e demite ainda no dia de hoje um treinador que não deveria nem ter vindo, e conserta ainda a tempo, um erro cometido, ou insiste no erro e morre abraçado ao treinador que leva o Santos a passos largos para a Segunda Divisão!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.