Santos trás mais uma aposta para o setor ofensivo! Conheça Marcello Pistelli

Todo contrato de trabalho tem as suas peculiaridades, detalhes que o empregador e principalmente o empregado, tem a obrigação de saber.
No futebol, um negócio que movimenta milhões, os cuidados e a atenção aos detalhes que se precisa ter, são maiores ainda! Há diversos pontos que dirigentes de clubes, devem estar atentos ao contratar um atleta de futebol.

Como se dá o contrato?

O contrato de trabalho do atleta de futebol, somente pode ser firmado entre atleta e uma entidade de prática desportiva, ou seja: Não é permitida a presença de pessoa física na qualidade de empregador. Nesse momento, nasce o vínculo desportivo, bem como o direito do clube em registrar o atleta na federação a ele vinculada, no caso do futebol, a “Confederação Brasileira de Futebol” (CBF), possuindo o atleta condição legal de atuação.

Quanto tempo dura um Contrato?

O contrato de trabalho com um jogador de futebol, possui um prazo determinado, que pode variar de uma duração mínima de 90 dias, e máxima de cinco anos. Além disso, não é possível firmar um contrato com tempo indeterminado, tampouco com duas entidades de prática desportiva ao mesmo tempo.

Estamos trazendo as informações acima, elucidando ao leitor e torcedor, sobre como se dá o trâmite, o processo de registro de um jogador de futebol, pois nos causou estranheza, uma informação a respeito da contratação de um jovem jogador adquirido inicialmente para compor o Sub-20, categoria para onde chegaram 13 jogadores.
Trata-se do jogador “João Marcello Pinho Pistelli Nogueira”, atleta de 20 anos de idade, que tem dupla nacionalidade (Brasileira /Italiana) Atacante canhoto que atua tanto como (Ponta Esquerda), como Defensor atuando como (Lateral Esquerdo).

Ex menino da vila agora de volta ao Santos, em 2016, iniciou sua trajetória no futebol europeu pelo Rio Ave, de Portugal onde atuou desde o Sub-15 até o Sub-19. Pelo Sub-18, foi o artilheiro da equipe com 18 gols marcados.
Três anos mais tarde, chegou ao Getafe para defender o Sub-19 do time na Primeira Divisão Espanhola.

Inicialmente surgiu a informação, de que o jogador chegaria ao Santos com um contrato de apenas quatro meses, algo que embora por lei seja permitido, não se trata de um período muito comum, ainda mais se recordarmos que se a própria lei faculta ao jogador poder assinar um pré contrato com qualquer outro clube, faltando seis meses para o término de seu contrato em vigência, o que dirá em apenas quatro meses!
Ou seja: O jogador viria fazer o que no Santos?
Usar o clube como vitrina, e em dezembro ir embora sem deixar nada para o Santos?

Porém algumas horas depois, a informação que acreditamos ser a correta, foi a veiculada no (BID) “Boletim Informativo Diário”, da “Confederação Brasileira de Futebol” (CBF), conforme reproduziremos abaixo, e embora não conste do BID, o contrato do jogador irá até 31 de Dezembro de 2022.

Saiba quem são os outros 13 jogadores trazidos para o Sub-20

  • zagueiro Gabriel Passos
  • volante Stênio
  • volante Geliel Silva
  • volante/meia João Victor
  • lateral-esquerdo Natan Pereira
  • lateral-esquerdo Diogo Correia
  • lateral-esquerdo Jeffin
  • meia Filipe Claudino
  • meia Thomas Bueno
  • meia Davis Silva
  • atacante Rayan Carlos
  • atacante Cauã
  • atacante Gabriel dos Anjos
  • atacante Marco Antonio
  • atacante Gabriel Miranda

Crédito de Imagem (Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.