Quando vencer é mais importante do que convencer

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Em partida morna e sem grandes lances e momentos, Santos e Cianorte se enfrentaram na noite da última terça-feira (1), quando às 19h00 (de Brasília), no Estádio Municipal Olímpico Albino Turbay, Santistas e Paranaenses começaram uma disputa em dois jogos, para verem que avança da terceira fase da Copa do Brasil.
Com gols de Kaio Jorge, aos 23min da primeira etapa, e Marinho, aos 34min do 2º tempo, o Santos comandado pelo técnico Fernando Diniz venceu o primeiro dos dois confrontos, dando um passo importante em busca da conquista de uma vaga as oitavas de final da Copa do Brasil.
A partida de volta está marcada para o dia oito na Vila Belmiro.  
Ficar sem vencer por três partidas seguidas, parece uma eternidade quando se trata do Santos Futebol Clube.

 Os desempenhos ruins nos duelos diante do The Strongest-Bol e Barcelona-Equ, ambos pela Copa Libertadores, e na recente estreia contra o Bahia pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, colocaram mais uma vez em dúvida, o potencial da equipe que mesmo diante de um adversário que joga a série “D” do torneio nacional, não passava ao torcedor Santista, a garantia de que o péssimo desempenho fora de casa, oito derrotas, três empates e apenas uma vitória, seria quebrado!
Porém tamanha pressão por um resultado convincente, surtiu efeito no time que enfim, voltou a encontrar o caminho do triunfo, mas nem por isso deixou sua torcida completamente satisfeita e tranquila. Se não foi brilhante, pelo menos o Santos apresentou um pouco de eficiência para garantir uma vitória de suma importância.

Conseguimos a primeira vitória fora de casa, com o técnico Fernando Diniz. Vitória que o time precisava conquistar para embalar na tentativa de se reabilitar da sequência negativa e do fraco futebol que a equipe vinha desempenhando!
Estamos começando a reencontrar o caminho, mas ainda temos muitos quilômetros a percorrer para quem sabe, ter um final de temporada melhor do que a maneira como nos despedimos do Paulistão 2021.

 Acompanhando os principais noticiários esportivos, (Pós Vitória), grande parte dos torcedores do Santos expressaram a opinião de que o time “Venceu mas não Convenceu”.
Penso que nesse momento, o mais importante não é analisarmos o desempenho da equipe nessa vitória, mas sim a importância dessa vitória!
Não que tenhamos vencido nenhum grande clássico do futebol brasileiro, mas para um time que é composto basicamente de garotos ainda em formação, vindo de sucessivos resultados negativos, quebrar essa sequência desfavorável foi o mais importante no resultado de vitória.

É claro que em questão de experiência e maturidade, as derrotas também ajudam no amadurecimento desses garotos, porém trazem junto como consequência, a pressão e a insegurança.
Já as vitórias, desde que não venham mascarar os problemas e deficiências, trazem tranquilidade e confiança para a continuidade do trabalho.
O Santos tem um treinador novo, com uma filosofia de trabalho que demanda tempo para que implantada, possa começar a dar resultados!
Sabemos que o Futebol Brasileiro, não tem por tradição dar muito tempo aos treinadores para que possam colocar sua filosofia em prática! O imediatismo da cobrança por resultados quase que instantâneos, não costuma perdoar mais do que cinco ou seis resultados negativos!

Hoje mais do que “Convencer” o Santos precisa “Vencer”!

Vitórias ainda que não apresentem um futebol convincente nem de encher os olhos, trazem a confiança e a tranquilidade, tão importantes para o treinador Santista blindar seus comandados, de cobranças que mais atrapalham do que ajudam!
O elenco precisa de paz e tranquilidade para trabalhar, assimilar o que o treinador quer, e conquistar vitórias importantes para a maturação desse processo!
Esperamos que os reforços entrem logo em forma para que em campo, façam diferença, que o Santos tanto precisa! Sabemos que o time precisa evoluir, e muito para conseguir o principal objetivo do ano, que é nesse momento, permanecer na elite do Futebol Brasileiro a Série A.

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.