Mais do que três pontos Santos quer as energias da Vila para reencontrar seu bom futebol

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Santos tem mais um compromisso na noite desta segunda-feira, (10), quando recebe o Botafogo, às 20 horas, na Vila Belmiro, partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paulista de 2020.
Mais do que conquistar importantes três pontos, e continuar liderando seu grupo, a verdade é que os jogadores do Alvinegro Praiano, querem a ajuda da velha mística da Vila Belmiro, as energias do velho e temido alçapão, para poderem reencontrar o grande futebol jogado no ano passado!

A campanha desse início de ano, não pode ser considerada ruim ou alarmante!
Até aqui, foram duas vitórias, um empate e apenas uma derrota fora de casa no clássico contra o Corinthians.
Porém se na frieza dos números, não há motivos aparentes para preocupações, o descontentamento do torcedor Santista com o que viu do futebol apresentado até aqui, é latente!
O desempenho irregular apresentado nas primeiras partidas do ano, foi o suficiente para deixar os torcedores impacientes e desconfiados se esse treinador dará certo no Santos!

Procuro ser justo o máximo possível nas análises e comentários que faço, portanto não farei nenhuma crítica no aspecto técnico, até porque acho um tanto cedo e até injusto, perante o caminhão de dificuldades e contratempos que o Técnico Jesualdo Ferreira, encontrou nesses seus primeiros 32 dias de trabalho!
De acordo com as informações que obtive, somente agora após um mês, é que o Departamento Médico parece que enfim vai esvaziando!

Lucas Veríssimo treinou normalmente e pode pintar como novidade no Time
De volta da Seleção Soteldo é a esperança do torcedor voltar a ver um Santos veloz e ofensivo

Não podemos esquecer que nesse primeiro mês, o técnico do Santos teve que lidar com lesões que lhe tiraram importantes jogadores, além de convocações para devidas Seleções!
Os zagueiros Lucas Veríssimo e Aguilar, sofreram lesões musculares logo no início da pré-temporada, o lateral-direito Madson, podem negar o quanto quiserem, com o papinho furado de que está realizando (recondicionamento físico), mas na verdade chegou com um problema crônico de Púbis, os atacantes Marinho (Fratura) e Arthur Gomes (lesão muscular) e Soteldo (disputou o Pré-Olímpico com a Venezuela), desfiguraram o Santos com suas ausências nesse início de temporada.

Jogadores que além do próprio entrosamento com os companheiros, já estavam adaptados ao esquema com o qual o Santos vinha jogando há pelo menos 1 ano!
Eu arriscaria dizer que além do Zagueiro Central Lucas Veríssimo, Soteldo servindo a Seleção Venezuelana, e Marinho com uma fratura no tornozelo, foram as duas ausências que mais prejudicaram o trabalho do novo treinador!

Afinal de contas, eram os dois, um pelo lado esquerdo e o outro pelo lado direito do campo, que ditavam o ritmo e a velocidade com a qual o Santos atacava seus adversários!
Sem eles, e sem substitutos com as mesmas características, o Santos se tornou uma equipe lenta e previsível.
Se o time será mais ofensivo, menos ofensivo, isso vai depender muito da filosofia de trabalho do técnico Jesualdo Ferreira!
Porém, volto a repetir o que já disse algumas rodadas atrás.
O que me preocupa de verdade, é o preparo físico apresentado pela equipe nesses primeiros jogos do ano!

A lentidão do time em campo, não tinha nada a ver com um suposto esquema tático mais defensivo não! O que vi foi que faltou folego para a rapaziada correr na segunda etapa! 
Inclusive em dois jogos em que nossos adversários jogaram praticamente um tempo interior com um homem a menos.
Enfim, vamos observar melhor se a partir de agora, com a volta de alguns jogadores importantes, e podendo montar quase o mesmo time que terminou o ano de 2019, o Santos volta a reencontrar seu famoso “DNA” Ofensivo!

O provável 11 Santista para pegar o Botafogo-SP logo mais na Vila Belmiro vai de: Everson, Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Sánchez; Raniel, Sasha e Soteldo.

 Lucas Veríssimo e Madson, podem ser as novidades entre os relacionados para a partida.
Felipe Aguilar e Arthur Gomes, em processo final de tratamento de suas lesões, ainda estão entregues ao DM. Além do atacante Marinho que continua se recuperando de uma fratura no tornozelo, e ainda não tem previsão de ser liberado para voltar a trabalhar em campo, continuam como baixas na equipe!

Retrospecto

Santos e Botafogo/SP  já se enfrentaram 95 vezes ao longo da história.
Foram 57 vitórias do Santos, contra 16 vitórias do Botafogo/SP e 22 empates.
O Peixe marcou 211 gols e sofreu 98 Saldo de +113

Em Campeonatos Paulistas   Desde o primeiro confronto, foram 88 jogos, com 54 vitórias do Santos, contra 13 vitórias do Botafogo/SP e 21 empates. O time da Baixada Santista marcou 201 gols e sofreu 88.

No último confronto, válido pelo Campeonato Paulista  de 2019, a partida terminou com (Derrota para o Botafogo) pelo placar de 4X0 o jogo foi realizado no (Santa Cruz)

Santos treina forte para vencer o Botafogo na Vila
Acompanhe a coletiva com o Zagueiro Luiz Felipe

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Divulgação/Santos FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.