Votar contra as mudanças do Estatuto é votar contra o Santos!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Quem acompanha meus comentários, seja em minha página pessoal do Facebook ou mais recentemente no “Blog Sergio Bertoldi”, sabe que sempre prezei pela imparcialidade e pela constante tentativa de trazer um pouco de reflexão a respeito dos assuntos que proponho!

Porém meus amigos e leitores, desta vez não é o caso!

Procuro ser imparcial o máximo que posso, quando o assunto é o Santos Futebol Clube! Confesso o quão difícil é, separar o “Torcedor Sergio Bertoldi” do “Jornalista Sergio Bertoldi”. Mas hoje não quero separa-los não! Embora uma parte da matéria tenha cunho jornalístico, o apelo é pessoal mesmo!

Faltando praticamente uma semana para os Associados do Santos, tomarem uma decisão sem volta, uma decisão que já mencionei ser na minha opinião, a mais importante em todos os 107 anos de existência do clube, não posso nem como torcedor, nem como Jornalista, me calar perante mais uma manobra suja realizada pelos seguidores do atual Presidente do Clube, que estão nas Redes Sociais assim como em grupos de WhatsApp, fazendo campanha e lavagem cerebral nos associados, incutindo mentiras na cabeça da torcida e pedindo aos Associados para que votem contra as importantes mudanças do Estatuto do Santos! Não posso acreditar que pessoas que trabalham para a reprovação dessas mudanças, sejam realmente torcedores do Santos!

Estão os “Robozinhos” à serviço do Presidente, tentando fazer exatamente a mesma estratégia suja que fizeram para salva-lo do último processo de impeachment!

Assim como lá atrás, transformaram um pedido de impeachment fundamentado em irregularidades, em uma nova eleição “PERES x ROLLO”, desviando completamente o foco da verdadeira questão, o mesmo estão tentando agora, espalhando inverdades de que a intenção é derrubar o Presidente!

Estão aterrorizados porque a lei prevê o afastamento imediato dos dirigentes caso seja constatada gestão temerária. O presidente José Carlos Peres teve as contas do exercício de 2018 reprovadas pelo Conselho Deliberativo e o déficit pode se enquadrar na gestão temerária. Segundo a legislação, em seu artigo 4º, os clubes precisam diminuir o déficit anual a um máximo de 10% da receita bruta, mas o Peixe somou 26,96%. A lei do Profut, em seu artigo 25º, classifica um déficit acima de 20% como gestão temerária

De novo a palhaçada do “Não vai ter Golpe”

Não podemos correr o risco de condenar o Santos Futebol Clube a um futuro terrível, deixando que pessoas que não amam o clube, transformem essa votação em “Guerra Política”

Meus amigos, o que verdadeiramente irá ocorrer no próximo sábado (19), será uma Assembleia Geral de Sócios para votar uma modificação no Estatuto Social do clube, de forma a adequar às normas do Profut (Programa de Modernização da Gestão de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro). A votação que ocorrerá no ginásio da Vila Belmiro, das 10h às 18h, tem única e exclusivamente a ver com o futuro da instituição “Santos Futebol Clube”, e nada mais!

A Comissão de Estatuto do Santos, elaborou um documento contendo inúmeras mudanças para o Estatuto do clube, mudanças essas que visam modernizá-lo.

Porém neste primeiro momento, será votada na Assembleia Geral, apenas as mudanças aprovadas pelo Conselho Deliberativo, que dizem respeito a urgente adequação do clube ao Profut, Lei que busca garantir responsabilidade fiscal.

“Tivemos duas notificações para fazer essa adaptação, caso contrário, o Santos correria o risco de ter seu parcelamento cancelado junto à entidade. Cabe destacar que queríamos uma mudança para ampliar não apenas as adaptações exigidas, mas queríamos mudar como um todo”.

Há essa emergência, mas entendemos que diante da exigência e do prazo que temos, nós criamos um cronograma para que o Santos pudesse entregar seu estatuto concluído com essas adaptações. Entendemos que devíamos priorizar as adaptações exigidas.

. Não estamos fazendo nada que não esteja previsto em lei. Fizemos essas adaptações e o plenário aprovou com unanimidade”, explicou o presidente do Conselho Deliberativo Marcelo Teixeira em entrevista coletiva hoje. O associado poderá conferir detalhadamente as mudanças relacionadas ao Profut no site oficial do clube.

É de absoluta importância, e tem que ser de unanime entendimento por parte de todos, que essas mudanças sejam aprovadas! Justamente Por conta disso, que o Senhor Marcelo Teixeira, presidente do Conselho Deliberativo, ao lado de membros da mesa, concedeu entrevista coletiva para explicar como funcionará a votação.

Acompanhem a explanação do Presidente do Conselho “Marcelo Teixeira”, em coletiva que explica detalhadamente o que está em jogo!

(Crédito: Imagem: UOL )

Presidente do Conselho Deliberativo Marcelo Teixeira em entrevista coletiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.