Quem irá responder por mais um prejuízo ao clube?

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Gustavo Henrique Vernes, ou simplesmente “Gustavo Henrique”

Com apenas 26 anos de idade, esse jovem Capitão do time do Santos já pode ser considerado um veterano!

Gustavo Henrique chegou ao Santos com apenas 14 anos de idade, após se destacar no Vitória, da Bahia. Até os 12 anos atuou como meia, até ser testado (e aprovado), como zagueiro.

Pouco tempo depois, de se destacar na campanha vitoriosa do Santos na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2013, foi promovido para o time profissional pelo então técnico Claudinei Oliveira. Gustavo Henrique assumiu a vaga como titular do time em setembro do mesmo ano, na 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na oportunidade, o Peixe empatou em 2 a 2 com o Grêmio. Gustavo terminou o ano com regularidade e atuações convincentes.

De lá para cá, esse jovem teve que lutar bravamente, fosse para provar sua qualidade técnica e condição de vestir a camisa titular da Quarta Zaga Santista, ou enfrentando por mais de uma vez difíceis e dolorosas cirurgias de ligamento nos dois joelhos, cirurgias que custaram ao jogador praticamente duas temporadas afastado do futebol. Mesmo com tantas dificuldades, o jovem jogador demonstrou uma maturidade e uma força interna, que, jamais deixaram que ele se abatesse ou desistisse de seu sonho!

Apesar de tudo pelo que passou, o zagueiro Santista sempre foi profissional ao extremo e nunca deixou de lutar para provar o seu valor!

Prova disso é que no início de 2019, Gustavo Henrique não parecia fazer parte dos planos do recém-chegado treinador Santista Jorge Sampaoli.

Porém o jogador que começou o ano na incerteza sobre ficar no clube, decidiu colocar na cabeça que tinha condição de jogar aqui e com Sampaoli.

Eu coloquei na minha cabeça que queria ficar, mostrar a mim mesmo que poderia jogar. Trabalhei duro e conquistei a confiança do meu treinador!

Na última quinta-feira, diante de sua torcida na Vila Belmiro, Gustavo Henrique marcou o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, e viu seu trabalho reconhecido pela torcida que anda preocupada com o destino do jogador!

A negociação pela renovação de contrato do jogador já se arrasta há meses e parece longe ou mesmo quase impossível de ter um desfecho feliz!

Há não ser que alguma novidade aconteça de última hora, a tendência atual é a de que o jogador não permaneça no elenco do Santos para 2020

O jogador inclusive já poderia até ter firmado um pré-contrato com algum outro clube, pois faltam menos de seis meses para o encerramento do atual vínculo!

Titular absoluto da Zaga Santista, Gustavo Henrique disputou 44 dos 51 jogos do Santos na temporada 2019, balançando as redes quatro vezes, melhor marca de gols em uma temporada!

 No total, o zagueiro tem 205 partidas disputadas pelo Peixe, com 13 gols.
Incerto de seu destino, o zagueiro demonstra estar bastante chateado com a maneira com a qual a diretoria do Santos vem tratando, ou melhor: “Não tratando” sua renovação de contrato!

Gustavo Henrique: “Ano passado eu já queria renovar, mas não fui procurado pelo clube. No início do ano eu não estava nos planos do Sampaoli“.

Caso não continue mesmo no Santos, nem acerte seu ingresso em algum outro clube do futebol Brasileiro, o destino do atleta deverá ser a Europa!

Gustavo Henrique: “Quando vi que não me chamariam para renovação, pedi ao meu empresário para que ele fosse para a Europa, para ver se algum clube pagaria. Meu desejo de jogar na Europa é real.
Vou escolher o que for melhor para mim e para a minha família
“.

“Sempre manifestei meu desejo de jogar um dia na Europa e fui procurado por alguns clubes do Brasil, não abri negociação, esperaram o Santos tentar melhorar ou algo assim. Vou escolher o que for melhor para mim e para minha família. Se eu ficar, vou continuar trabalhando. Se sair, vai ser de cabeça tranquila. Sei que sempre dei meu melhor”, emendou o zagueiro.

“Vou pensar na minha felicidade e da minha família. Claro que o financeiro é importante, estou com 26 anos, tenho família, mais oito ou 10 anos de carreira e tenho que pensar no financeiro, sim. Não quero extorquir, ninguém! Extorquir não (é a palavra certa). Não quero pedir além, sei o que o Santos pode pagar, é salário bom, mas não se compara com outros mercados que vieram atrás de mim.

Gustavo Henrique: “Não quero pedir além, sei o que o Santos pode pagar, é salário Bom, mas não se compara com outros mercados que vieram atrás de mim. Vou pensar no que for melhor par mim, pois sempre me dediquei ao máximo a esse clube”

Em entrevista coletiva realizada há poucos dias, o zagueiro fez um desabafo sobre sua situação contratual com o Peixe, e em tom de despedida esfriou uma possível permanência no clube.

Quem esteve também na oportunidade foi o Superintendente de futebol profissional do Santos, Paulo Autuori, que criticou a demora da diretoria em relação a negociação com o jogador, e aproveitou para rechaçar qualquer possibilidade do atleta não ser mais aproveitado enquanto o imbróglio não se resolve!

Paulo Autuori: Autuori desmente qualquer possibilidade do jogador Gustavo Henrique ser afastado do elenco devido a não renovação até o momento. “Enquanto eu estiver aqui, o único que o tirará do time, é o técnico e por motivos táticos e técnicos!
E se ele não permanecer no Santos, será por culpa do Clube!”

Paulo Autuori: “Se querem afastar o rapaz e não deixa-lo jogar, que primeiro me afastem!
Reconhecimento a um profissional corretíssimo, de alto nível, de caráter e futebol.
O Futebol não pode cometer injustiças.
Deu a vida pelo clube enquanto esteve aqui, e ainda pode estar!”

Quem conhece o treinador Santista, sabe que Jorge Sampaoli não tem papas na língua, e não se furta a dizer o que pensa! Após o jogo contra o Ceará, o técnico defendeu o atleta e criticou a forma como o Santos conduz a situação:

Gustavo Henrique demonstrou um crescimento enorme, e o clube não tomou decisões a tempo. O Clube permitiu que um jogador que cresceu muito possa ser livre. É lamentável perder um patrimônio. Eu cuido da parte esportiva, ele é nosso e vamos aproveitar até onde esteja. Que disputem com outros clubes a possibilidade de ele ficar.

O Zagueiro Santista está na bronca com a diretoria, e tem toda razão!
Jogadores que chegam de fora e com qualidade bem duvidosa, chegam ganhando salários duas, três vezes maior, e muitas vezes sem ter que provar nada, tomam sem explicação alguma a titularidade de quem há anos rala no clube!

A Verdade é que o Santos Futebol clube está prestes a perder mais um de seus jogadores chamados “Crias da casa”. Cobiçado por grandes clubes como Palmeiras e Flamengo, o “Quarto Zagueiro”, pode deixar o Santos sem render um único centavo aos cofres do clube!

A pergunta que fica é a seguinte: Quem irá responder por mais esse prejuízo aos cofres do Santos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.