Toma chocolate, Paga lo que debes

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Nove meses e 22 dias!

É esse o tempo exato, que separa a última vez que o meia Costa-riquenho Bryan Ruiz, vestiu a camisa do Santos no já longínquo 12 de novembro de 2018, quando entrou em campo como titular do Santos para enfrentar a Chapecoense, no Pacaembu, partida em que viu seu time ser derrotado já sentado no banco de reservas, substituído que foi.

De lá para cá, os comentários que tornaram-se mais frequentes na boca do torcedor Santista, dão conta de se tratar de um jogador caro, e que acomodado em uma excelente situação contratual com um salário dos mais altos do elenco, não fez o mínimo esforço para que uma rescisão amigável ocorresse!

É verdade que o jogador até chegou a um acordo com o Santos para procurar outro clube, mas nenhuma proposta oficial chegou ao Peixe, que não fosse somente consultas e sondagens de alguns clubes dos Estados Unidos!

Apesar de não atuar há meses com a camisa do Peixe, o meia que continua bastante prestigiado em seu país, é figura constante nas convocações da seleção da Costa Rica!

Em entrevista concedida para duas emissoras da Costa Rica – Teletica Deportes e Deportes Repretel, o jogador que costuma ser bastante discreto, falou sobre a situação incerta no Santos.

“Não chegamos a uma rescisão amigável, pelo simples motivo de que o Santos precisa dar o primeiro passo, cumprir com coisas que não cumpriu (financeiramente). Até cumprir espero uma solução”, disse Bryan Ruiz, antes de prever a permanência no Peixe pelo menos até dezembro.

Lembrando que o meia de 34 anos que não está nos planos do técnico Jorge Sampaoli, tem contrato com o Santos que vai até dezembro de 2020.

O jogador Costa-riquenho, afirma que não entrará em acordo nenhum antes do Santos acertar com ele tudo o que foi prometido e combinado!

Se o jogador não é relacionado por uma opção técnica do Treinador, há que se respeitar pois uma imposição de sua presença no time, abalaria ainda mais a já conturbada relação entre a Diretoria e o Técnico Jorge Sampaoli.

Porém na questão financeira, o que foi prometido precisa ser cumprido!

Como diz o Ditado: “O Combinado não sai caro”

O Santos através de seu Presidente José Carlos Peres, contesta a declaração do jogador, afirmando que as pendências financeiras que o atleta menciona, seriam referentes apenas as luvas, (Pagamento efetuado em decorrência da assinatura do Contrato), porém o mandatário Santista confessa que o jogador está com seus direitos de imagem atrasados!

Fica a pergunta: Seria o Bryan Ruis, o único jogador do elenco Santista, para quem o Clube está devendo? Ou a queda de rendimento do time, tem relação com pendencias financeiras que não se restringem apenas ao Costa-riquenho?  

(Créditos da imagem: Ivan Storti/SANTOS FC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.