Chega ao fim uma era que não deixará saudades no torcedor Santista

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Agora é oficial e definitivo!

À partir de hoje, o senhor José Carlos Peres faz parte de um passado recente do Santos, que com toda certeza não deixará saudades!
Não direi que o agora deposto José Carlos Peres, será esquecido, porque inteligente como é, o torcedor Santista jamais esquecerá a lição que aprendeu, ao não ter tomado a atual atitude quando teve a oportunidade há dois anos, quando em 2018 já poderia ter tirado o senhor Peres da presidência do clube!

Mas como diz o ditado “Antes tarde do que nunca”, em assembleia realizada durante o dia do último domingo, 22 de Novembro de 2020, o presidente do Santos, José Carlos Peres, teve seu mandato cassado e agora em caráter definitivo não é mais o presidente do Santos Futebol Clube!

Em assembleia Geral Extraordinária, realizada no Ginásio Athie Jorge Cury, localizado na rua Princesa Isabel s/nº, na Vila Belmiro em Santos, o associado do Santos votou de maneira esmagadora, pelo “SIM” ao Impeachment, com 93,4% decretando o fim da era Peres!
No total, foram 1005 votos pelo impeachment e 69 contra, além de dois nulos e dois brancos.

Aliás a bem da verdade, na prática José Carlos Peres já não presidia o clube desde a noite de 28 de setembro, quando reunido em caráter de “Sessão Extraordinária”, o Conselho Deliberativo do Santos aprovou o parecer da Comissão de Inquérito e Sindicância (CIS) que aconselhava, indicava, a abertura de um processo de impeachment contra o então presidente José Carlos Peres por “Gestão Temerária” que por 161 votos a favor, desde então acabou afastado do cargo.

                                                  CONFIRA O RESULTADO URNA A URNA

Confira o resultado final da votação:

  • 1.078 – Associados votaram;
  • 1005 – Votaram pela saída do Presidente
  • 69 – Votaram contra o impeachment do Presidente;
  • 02 – Votos nulos.
  • 02 – Votos em branco

De acordo com o que reza o (artigo 69) do Estatuto do Santos Futebol Clube, se a Assembleia Geral aprovar o pedido de impedimento, reconhecendo a prática de gestão irregular ou temerária do acusado, o Presidente e/ou Vice-Presidente que tiver sido declarado impedido, perderá automaticamente o seu mandato, com afastamento definitivo, e ficará inelegível, pelo prazo de 10 (dez) anos, para qualquer outro cargo no SANTOS.

Orlando Rollo, que iniciou essa gestão como vice-presidente de José Carlos Peres, e desde que o mesmo foi afastado, vinha ocupando de maneira provisória o cargo de presidente do clube até que o processo de impeachment se definisse, passa agora a ocupar o cargo de forma efetiva, tomando posse oficialmente na própria assembleia que foi presidida pelo presidente do Conselho Deliberativo do clube, Marcelo Teixeira, que desejou boa sorte ao novo presidente.

Até lá tenho certeza não apenas como torcedor do Santos, mas como amigo pessoal do presidente Orlando Rollo, que o mesmo continuará conduzindo o clube de maneira brilhante como vem fazendo com toda a sua equipe de trabalho, além de estar conduzindo também de maneira impecável, um processo de transição inédito, e jamais visto na história do Santos!

A eleição que marcará a escolha por parte do associado, pelo nome do novo presidente do Santos está marcada para o próximo dia 12 de dezembro.

CONFIRA ALGUMAS IMAGENS QUE MARCARAM ESSE DIA HISTÓRICO NOS 108 ANOS DO SANTOS FUTEBOL CLUBE!

Credito de imagem (Foto: Divulgação/Santos FC )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.