Conselho Deliberativo realiza Sessão Extraordinária

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Conselho Deliberativo do Santos Futebol Clube, se reúne mais uma vez em caráter de “Sessão Extraordinária”, que será realizada na noite desta quinta-feira 05 de Novembro de 2020, com primeira convocação às 19h00 e segunda convocação às 19h30, em assembleia que em decorrência da Pandemia Covid-19, será mais uma vez realizada em formato virtual digital, (Videoconferência)

A Reunião terá como pauta principal e mais importante, o impeachment do presidente afastado José Carlos Peres.
Vale lembrar que em sessão que foi realizada na noite do dia 28 de Setembro de 2020, a reunião do Conselho determinou através de votação, o afastamento imediato do Presidente José Carlos Peres.

Em 2018, Peres enfrentou seus primeiros processos de impeachment, na ocasião dois de uma só vez, porém foi “Salvo” pelos associados que em assembleia, votaram por sua continuidade à frente da presidência do Santos, vitória conseguida em muito, pelo fato de na ocasião não precisar se afastar do clube, o que lhe deu a oportunidade de “Usar a máquina administrativa”, a seu favor!
A diferença para o atual processo em 2020, se dá pelo fato de que desta vez, após a alteração no Estatuto Social, ocorrida em 2019, Peres precisou ficar afastado e assim continuará até o processo de impeachment ser concluído

Após a abertura do processo de impeachment, o mesmo retornou para a Comissão de Inquérito e Sindicância e pelos procedimentos legais e estatutários, o presidente afastado teve tempo para se defender da acusação de gestão temerária.

Depois de analisar os argumentos apresentados pela defesa de José Carlos Peres, a CIS emitirá novo parecer, e após apresenta-lo, os conselheiros decidirão por manter ou não o afastamento do mandatário Santista.

Depois que José Carlos Peres foi afastado e em seu lugar assumiu o vice-presidente Orlando Rollo, associados e torcedores em geral, passaram a ter acesso a verdadeira situação do clube, infelizmente bem pior e mais grave do que já se imaginava!

Desta forma, a tendência de que o Conselho Deliberativo vote pelo impeachment, deixando assim a decisão para os associados em assembleia geral, passa a ser algo praticamente certo!
Tendo sido afastado em 28 de setembro, a votação entre os sócios precisa ocorrer no máximo em até 60 dias, o que resultaria na data final de 28 de novembro.

(Foto: Reprodução/Santos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.