A espera acabou!

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Anunciado pela Diretoria do Santos pouco antes do natal, o português Jesualdo Ferreira, finalmente desembarcou em terras Brasileiras.
Passava pouco das 6h da manhã desta terça-feira, quando o novo técnico do Santos Futebol Clube desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos!

Jesualdo chega ao Brasil para comandar o Santos

16º treinador estrangeiro a comandar a equipe santista, e primeiro português na história, a comandar o Santos dentro de campo, Jesualdo Ferreira, treinador de 73 anos, falou sobre a expectativa desse novo desafio em sua carreira.

 “Estou aqui porque fui convidado e tenho muito orgulho disso. Vou fazer nosso trabalho na tentativa de que o Santos seja ainda melhor do que foi na época passada” afirmou entusiasmado o novo “Mister” Santista.
Estamos chegando para comandar uma grande equipe, um clube mítico.

O Carinho do torcedor Santista na chegada do novo treinador

No Brasil não ganham dois ou três, ganham muitos. É terrível para trabalhar, mas apaixonante. Espero encontrar isso. Sabemos das dificuldades e das nossas capacidades e podemos fazer coisas muito positivas – completou o treinador.

Jornalistas de vários veículos de comunicação da Imprensa Esportiva, aguardavam desde as primeiras hora da madrugada, para acompanhar a chegada do treinador que atendeu à todos quase que em uma “Coletiva” improvisada, ali mesmo em um dos saguões do Aeroporto de Cumbica.

Nesta imagem vemos o treinador falando com a imprensa

Jesualdo afirmou que o novo desafio não será uma tarefa fácil, ainda que o time tenha sido vice-campeão brasileiro do último ano.
Para ajuda-lo na tarefa de manter o Santos lutando por títulos e se possível vence-los, o novo treinador trouxe consigo, cinco profissionais de sua confiança: os auxiliares Rui Águas, António Oliveira e Daniel Gonçalves, o preparador físico José Pedro Pinto e o analista de desempenho Pedro Bouças.

Rui Águas treinava a seleção do Cabo Verde, enquanto António Oliveira dirigia o Kazma, do Kuwait, e Daniel Gonçalves teve passagem pelo Sporting de Portugal. José Pinto trabalhou com Jesualdo no Al-Sadd, no Catar, e Pedro Bouças foi comandante do time feminino do Benfica.
Os Profissionais que chegaram com o treinador Português, se juntarão aos que já trabalham no Santos como o auxiliar Serginho Chulapa, os preparadores de goleiros Arzul e Juninho, o preparador físico Marco Alejandro e os analistas Bebeto Sauthier, Diogo Meschine e Vitor Saad.

Sobre o pouco tempo que terá para preparar o Santos, nesta curta “Pré Temporada”, Jesualdo alertou para a falta de tempo de preparação, e falou em “temas soltos” no planejamento da temporada.
“Por isso que é difícil no Brasil. A densidade competitiva, a exigência em todos os clubes, toda a imprensa brasileira, nos torcedores, tornam difícil, mas motivador o trabalho dos treinadores. Como fazer para em uma semana preparar um jogo? Voltei a essa situação e será uma aprendizagem”, disse.

O comandante alvinegro chega ao Santos sabendo da fama de “DNA ofensivo” do clube, mas diz que vai conversar com os dirigentes para que desenvolvam “um trabalho com segurança e objetivos claros”.
Fala-se muito do DNA ofensivo do Santos, outros dizem que também tem de haver o defensivo – completou.

Jesualdo Ferreira visitou a Vila Belmiro na tarde da terça-feira, e acompanhado pelos dirigentes Santistas, também visitou o “Memorial das Conquistas”
O técnico chegou pela manhã de Lisboa, e se hospedou em hotel antes de conhecer as dependências do estádio.

Pela primeira vez na Vila Belmiro o Templo Sagrado do Futebol
O Mister Jesualdo admirando as maiores conquistas do Santos
Posando ao lado do armário mais famoso de todos os vestiários do Futebol Mundial

O novo técnico do Santos será apresentado oficialmente nesta quarta, às 11h30 (Horário de Brasília), na Vila Belmiro.
Já a reapresentação do elenco santista, está marcada para hoje, quarta-feira, no CT Rei Pelé, e o elenco terá duas semanas, exatos 15 dias para entrar em forma!
O primeiro desafio do português no Santos será o Campeonato Paulista. A estreia é no dia 23, contra o Bragantino, na Vila Belmiro.

Alguns fatos me preocupam nesse início de trabalho do novo treinador Santista.
Primeiro: Atentem para a importância desta declaração dada pelo Treinador: “Por isso que é difícil no Brasil. A densidade competitiva, a exigência em todos os clubes, toda a imprensa brasileira, nos torcedores, tornam difícil, mas motivador o trabalho dos treinadores. Como fazer para em uma semana preparar um jogo? Voltei a essa situação e será uma aprendizagem”.
Jesualdo Ferreira é um treinador, que apesar de nos deixar entusiasmados com o próprio entusiasmo, com o qual se refere a esse desafio de a beira de uma praticamente aposentadoria, ser convidado para dirigir o Santos, a verdade é que nos últimos meses, manteve-se um tanto isolado dos grandes centros do futebol mundial, e não tem muito conhecimento do futebol Brasileiro!
O Próprio treinador declara que estará em uma situação de “Aprendizagem”.
Será que a torcida e os Dirigentes, darão o tempo necessário que o novo treinador do Santos, precisará até se familiarizar e entender a dinâmica do futebol que se joga por aqui?

Segundo:  Um bom trabalho de Pré Temporada, é fundamental, principalmente no que diz respeito ao trabalho físico, pois desse trabalho, dependerá não apenas o preparo para aguentar uma temporada que dependendo de onde o Santos chegar, pode ultrapassar 70 jogos no ano, como também a prevenção de lesões!
Uma Pré Temporada de apenas 15 dias, me causa preocupação, ainda mais se levarmos em conta uma declaração dada pelo treinador, de que não se prende muito em trabalhos físicos muito intensos, mas sim trabalhos com bola!

Terceiro: E último, outra declaração que me deixou preocupado também com a reação do torcedor Santista.
Sabendo da fama de “DNA ofensivo” do clube, Jesualdo diz que vai conversar com os dirigentes para que desenvolvam “um trabalho com segurança e objetivos claros”.
“Fala-se muito do DNA ofensivo do Santos, outros dizem que também tem de haver o defensivo”.
É bom que o torcedor do Santos tenha em mente, que não verá no Português, um treinador atuante a beira do gramado como era o Sampaoli, nem uma equipe totalmente ofensiva, como o Santos da impiedosa goleada imposta ao Flamengo, no último jogo do ano passado na Vila Belmiro!
Ser ofensivo no futebol Português, não representa exatamente o que é ser ofensivo no futebol Brasileiro!

Enfim, vamos esperar para ver o que acontece, mas esses são pontos preocupantes!

Acompanhe o vídeo feito pela Santos TV que cobriu toda a chegada do novo Mister do Santos

(Crédito: Imagem: Ivan Storti e Bruno Giufrida)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.