Saiba quem é o novo homem forte do futebol Santista

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Após buscar sem sucesso, um profissional para ocupar a carga de “Diretor executivo de Futebol”, (Cargo vago desde janeiro), quando Felipe Ximenes foi demitido, o presidente Andrés Rueda e seu Conselho Gestor procura enfim, ter encontrado a pessoa que procuravam!

Depois de sucessivas tratativas, onde a Diretoria Santista religiosa um educado “Não” de profissionais consultados como: Diego Cerri , Zé Roberto , Roque Júnior , Ricardinho , William Thomas , Klauss Câmara e Alexandre Gallo, Santos Futebol Clube e “André Mazzuco”, profissional que desde janeiro vinha a função de diretor executivo de futebol no Cruzeiro Esporte Clube, chegou nesta última terça-feira ao acordo, selando um final feliz as conversas que vinham sendo mantidas há algumas semanas.
Antes porém de sua apresentação oficial como novo homem forte do futebol Santista, marcada para a próxima sexta-feira (28) na Vila Belmiro, Mazzuco ainda cuidará dos detalhes finais de seu desligamento do Cruzeiro.

Sobre 

Diretor Executivo de Futebol, filiado à ABEX, com fluência na língua inglesa, André Mazzuco possui em seu Curriculum, longa experiência em Categorias de Base e Formação de Atletas, e na gestão de equipes profissionais (Coritiba Foot Ball Club, Red Bull Brasil, Paysandu , Paraná Clube e Vasco da Gama). Experiência acadêmica importante, possui Graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (2000), Especialização em Treinamento Desportivo pela Universidade Federal do Paraná (2002) e Mestrado em Educação Física, com ênfase em Fisiologia da Performance, também pela Universidade Federal do Paraná ( 2007). Iniciou em 2007 seus estudos de Doutoramento pela Universidade de Coimbra, Portugal. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Preparação Física e Gestão Desportiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Futebol,
Professor e colaborador dos programas CBF Academy (Licença A), CBF Social e outras ações da CBF, Federação Paulista de Futebol e Universidade do Futebol.

Como Profissional

 

 

 

 

Mas o que faz um Diretor Executivo de Futebol?

Subordinado a Presidência do Clube ou a um diretor definido pelo Presidente, é o profissional que supervisiona o Gerente Médico, Gerente de Futebol Profissional e Gerente de Futebol de Base.

No Setor Operacional ele deve proporcionar o pleno funcionamento do departamento de Futebol de Base e Profissional; representar o Clube junto a Entidades Esportivas

Organizar; coordenar e supervisionar todas as atividades do clube relacionadas com o Futebol; observar Atletas para contratação e acompanhar a Delegação em Viagens; supervisionar e gerenciar os processos de vendas, empréstimos e compras de atletas;

Elaborar o orçamento do Departamento de Futebol; estabelecer relacionamentos comerciais com Agentes de Futebol, para compra e venda de Direitos de Atletas; observar atletas no estrangeiro, visando novas contratações; realizar reuniões periódicas com as Comissões Técnicas; aprovar ou Rejeitar Relatório Mensal de Custos do Setor; analisar e avaliar os Relatórios mensais dos Observadores Técnicos; elaborar política de salários com base no modelo de empresa e normas legais; controlar os direitos de imagem e de Arena; coordenar programa de treinamento para Atletas de alta performance; analisar relatórios da Fisiologia; elaborar programa de premiações e produtividade; estabelecer contatos com a Confederações e Federações para negociar os interesses do Clube com relação aos calendários de torneios e/ou competições entre várias outras.

Agora que você, torcedor Santista e leitor do Blog Sergio Bertoldi, já conheceu um pouco sobre quem será o novo “Diretor executivo de Futebol”, do Santos Futebol Clube, algumas considerações a respeito desta contratação, precisam ser feitas.
É inegável que no quesito “Formação Acadêmica”, o Curriculum do novo contratado, chama a atenção, Positivamente! No entanto, se analisarmos seu trabalho na “Prática”, alguns resultados por alguns clubes por que passou, são no mínimo “Preocupantes”

Em 1999, ainda como Preparador Físico, foi rebaixado com o Paraná Clube para a Série B do Brasileiro.

Em 2018 como Diretor Executivo de Futebol do Paysandu Sport Clube, André Mazzuco acertou a sua saída do clube que estava à beira da zona de rebaixamento da Série B e, no fim do ano, caiu da série B para a Série C do Brasileiro.

De Dezembro de 2018 a Junho de 2019 foi Diretor Executivo de Futebol do Paraná Clube na Série B.

Em 2020 como Diretor Executivo de Futebol do Clube de Regatas Vasco da Gama, foi rebaixado para a série B do Brasileiro. Pesa a seu favor as contratações de dois bons estrangeiros: Benítez e Cano

Em 2021 como Diretor Executivo de Futebol do Cruzeiro Esporte Clube , terminou o Campeonato Mineiro na colocação terceira, atrás do América e do Galo. No entanto pelo Cruzeiro, apenas três das 12 contratações realizadas sob sua gestão são titulares no time 

Percebe-se claramente, que as experiências do rapaz à frente de uma função tão importante, talvez aquém do que o Santos necessita. Tirando o rebaixado Vasco da Gama que estava na primeira divisão, os demais clubes por onde estava, estavam sempre em divisões inferiores, e o desempenho apresentado não foi nada animador!
Alguém contrataria para trabalhar na sua empresa, um funcionário com discretas passagens nas empresas anteriores?

(Crédito: Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *