Atuação dos Garotos da Base são um alento diante de mais uma derrota

Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Entrando em campo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, a equipe do Santos foi a Porto Alegre na noite desta quinta-feira, e jogando no Beira-Rio o Alvinegro de Vila Belmiro foi derrotado pelo Internacional pelo placar de 2 a 0, preocupando e mais uma vez decepcionando seu torcedor!

A derrota sofrida nesta segunda rodada, reflete o atual momento do clube, e preocupa demais ao torcedor Santista que vê seu time do coração, chegar ao sexto jogo seguido, sem saber o que é conquistar uma vitória!
A última vez que o Santista viu seu time vencer um adversário, foi no longínquo 07 de Março de 2020, quando atuando pelo Campeonato Paulista, o Santos bateu a equipe do Mirassol pelo placar de 3 a 1 em partida realizada na Vila Belmiro!
De lá para cá, o Santos:

  1. Perdeu do São Paulo no Morumbi por 2 x 1 (última partida antes da Paralisação dos Jogos) Paulistão
  2. Empatou com o Sto. André por 1 x 1 na Vila Belmiro – Paulistão
  3. Perdeu para o Novorizontino por 3 x 2 no Itaquerão – Paulistão
  4. Perdeu para a Ponte Preta por 3 x 1 na Vila Belmiro – Paulistão
  5. Empatou com o Redbull-Bragantino por 1 x 1 na Vila Belmiro – Brasileirão
  6. Perdeu para o Internacional-RS por 2 x 0 no Beira-rio – Brasileirão
    Ao todo já são seis jogos sem vitória, com quatro derrotas e dois empates.

As estatísticas apontam que a ineficiência do ataque Santista anda proporcional as falhas do sistema defensivo mostrando a deficiência do Peixe tanto na defesa quanto no ataque!
Comandado pelo técnico Cuca nessas duas primeiras partidas do Brasileirão 2020,  o Santos finalizou apenas 16 vezes, sendo que apenas cinco delas foram na direção do gol do adversário.
Em compensação, a defesa Santista permitiu que os atacantes adversários finalizassem 43 vezes contra o gol do goleiro Vladimir.

                                                Vejam as estatísticas da partida contra o internacional

Porém mais preocupante do que os números que servem apenas para nos orientar, e dar um embasamento para comentarmos sobre a situação, o que preocupa mesmo é a queda visível e acentuada do rendimento tanto coletivo enquanto equipe, assim como também a queda individual de alguns jogadores, que brilharam em 2019.
É claro que não vamos esquecer, nem deixar de mencionar, a perda de algumas peças que ajudavam e muito na qualidade do time que foi Vice-Campeão Brasileiro do ano passado, mas hoje enxergamos com clareza o fato de quem fazia a diferença nesse elenco do Santos, chamava-se “Jorge Sampaoli”

Pois Bem! Sampaoli é passado! Então o que fazer?

  1. Trabalhar, Trabalhar, Trabalhar, e de preferência, com a Diretoria do Clube não atrapalhando! Como diz o velho ditado: “Muito faz quem não atrapalha”
  2. Pagando os jogadores em dia, já seria de grande ajuda para a nossa recuperação na competição!
  3. Nosso treinador precisa trabalhar o emocional dos jogadores!Se alguns titulares até então “Intocáveis”, não estão rendendo, que o Cuca tenha então coragem para saca-los do time como fez contra o Internacional, e promover a entrada dos garotos!
    Contra o internacional, o menino Ivonei entrou muito bem, e mostrou bastante personalidade!
    Madson provou em poucos minutos, que não pode jamais ser reserva do Pará.
    Podem apostar que assim que o garoto Lucas Sena tiver uma oportunidade na lateral esquerda, Felipe Jonatan também vai para o banco!
  4. Dois garotos que fosse eu o treinador Cuca, eu não deixaria de jeito nenhum fora do time, são o meia esquerda canhotinho, Anderson Ceará, jogador que tem tudo para ser o novo camisa 10 do Peixe, e o atacante Allanzinho, um jogador muito rápido, liso, driblador, e que tem característica de fazer muitos gols!

Com certeza a melhora do Santos, passa indubitavelmente, pela entrada de alguns garotos da base, no time titular!
Fora isso, analiso que algumas coisas precisam ser corrigidas!
Não sei se trata-se de uma deficiência na preparação física do time, mas a verdade é que para cada jogador do Santos em campo, parecia que havia dois do internacional.
O Santos jogou mal, não viu a cor da bola, nossos jogadores não ganham uma dividida no pé de ferro, chegam atrasados em todas as bolas, nossos Zagueiros são péssimos no jogo aéreo, parecem jogar com pesos de 50 kg, amarrados em cada perna, não temos meias de qualidade que trabalhem a bola no meio de campo e etc….

Uma das questões que o técnico Cuca precisa corrigir com rapidez, envolve o distanciamento dos jogadores dentro de campo. O time do Santos precisa jogar mais compactado.
Com os jogadores atuando distantes uns dos outros como atuam, os enormes espaços e clarões dentro do campo além de facilitarem a transição dos adversários, propiciam muitas perdas e roubadas de bola pois jogando distantes como jogam, os erros de passe aumentam consideravelmente!
Se conseguir corrigir essas falhas, além de fazer seu Preparador Físico, “Omar Feitosa” , colocar o time em condições físicas em pé de igualdade com os adversários, creio que ao menos o risco de um possível rebaixamento, não correremos de jeito nenhum!

Voltando ao jogo em si, embora a vitória do internacional tenha sido justa e incontestável pois até o mais fanático torcedor Santista, sabe que o placar de 2 a 0 foi até modesto, perante o número de oportunidades desperdiçadas pelo Colorado Gaúcho, a verdade é que o gol do Santos foi absurdamente mal anulado!
Primeiro de tudo porque o atacante do Santos, (Kaio Jorge), não leva a mão a bola, mas sim a bola que rebatida no goleiro, é que volta em direção ao seu corpo!
E segundo e um erro mais grave ainda, foi o pênalti que houve claramente no lance, e não foi assinalado em prejuízo duplo ao Santos!

O Estranho é vermos o Santos com o presidente que tem, ser prejudicado pela Arbitragem com tanta frequência como vemos!
Afinal: Como os leitores do blog poderão conferir no áudio logo abaixo, o Presidente do Santos demonstra que tem um grande conhecimento e penetração nos bastidores das principais entidades do futebol Brasileiro, Sul-americano, Mundial, e não deveríamos estar sendo “JANTADOS”, não é mesmo?  

O Santos voltará a campo no Domingo (16), quando recebe o Athletico Paranaense-PR às 19h45 na Vila Belmiro, pela 3ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 0 SANTOS

Estádio Gigante da Beira Rio – Porto Alegre (RS)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Cartões amarelos: Edenílson (Internacional); Lucas Veríssimo, Kaio Jorge e Marinho (Santos)
GOLS: 1-0 Guerrero (11’/2T)/ 2-0 Edenílson (42’/2T)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenílson (D’Alessandro, 45’/2T), Boschilla (Marcos Guilherme, 41’/2T), Patrick e Thiago Galhardo (Musto, 33’/2T); Paolo Guerrero. Eduardo Coudet. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.